Celebridades

Alec Baldwin pede desculpa e assume: “Fui muito sexista com as mulheres”

272

O ator Alec Baldwin não foi acusado de nada, mas esta quinta-feira pediu desculpas publicamente por já ter tratado as mulheres de forma sexista. "Já fiz bullying e subestimei as mulheres"

Cindy Ord/Getty Images

O furacão Harvey Weinstein não cessa de fazer estragos e são muitos os nomes que têm sido arrastados na vaga de acusações de assédio sexual em Hollywood (e não só) — Kevin Spacey e Dustin Hoffman são, por exemplo, as celebridades mais recentemente acusadas de má conduta. Agora é a vez do ator Alec Baldwin vir a público pedir desculpa por também ele se ter comportado de forma errada para com o sexo oposto.

“Definitivamente, tratei mulheres de uma forma muito sexista”, confessou a estrela do programa de televisão Staurday Night Live ao mesmo tempo que recebia uma distinção esta quinta-feira, 2 de novembro. “Já fiz bullying a mulheres, já subestimei mulheres. Não enquanto norma, mas de vez em quando fiz o que muitos homens fazem… não tratei as mulheres como trato os homens.” O ator de 59 anos disse ainda pertencer a uma geração que perpetua este tipo de comportamento e que está disposto a mudar isso.

O já vencedor de um Emmy admitiu que esta “epidemia” não invadiu apenas Hollywood, estando presente em outros contextos laborais, e que as sucessivas acusações de má conduta têm prejudicado a indústria cinematográfica.

“Eu sabia de certas coisas, que havia rumores de coisas a acontecerem a pessoas”, continuou o ator, admitindo não ter noção da dimensão dessas histórias. “Esta tem sido uma experiência muito elucidativa para mim. Temos de ser vigilantes de maneira a garantirmos que todos se sentem confortáveis.”

Netflix rompe relações com ator Kevin Spacey após escândalo sexual

Este fim de semana é ainda notícia que a Netlix cortou todos os laços com Kevin Spacey, depois de o ator ter sido acusado de ser um “predador sexual” nos bastidores da série de culto “House of Cards”. Já Harvey Weinstein, o nome que desencadeou o escândalo que se arrasta há sensivelmente um mês, pode vir mesmo a ser preso — a polícia de Nova Iorque diz ter um caso sólido contra o produtor e que um mandado de captura poderá estar iminente.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: acmarques@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site