Empresas

Relatórios e contas da Media Capital corrigidos para incluir participação de Pais do Amaral

O presidente da Media Capital, Pais do Amaral, tem cerca 56 mil ações do grupo que lidera e cuja informação não constava nos relatórios e contas desde 2011, pelo que serão corrigidos.

MARIO CRUZ/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

O presidente da Media Capital, Pais do Amaral, tem cerca 56 mil ações do grupo que lidera e cuja informação não constava nos relatórios e contas desde 2011, pelo que serão corrigidos, disse esta quarta-feira o grupo de comunicação social.

“Em face do exposto (…) vem a sociedade informar que são imputáveis ao presidente do Conselho de Administração da sociedade 55.683 ações representativas de 0,07% do capital social”, lê-se na informação divulgada através da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

Assim, diz a Media Capital, “na informação constante dos Relatórios e Contas anuais da sociedade relativamente aos exercícios de 2011 e seguintes e até à presente data, bem como nos Relatórios e Contas intercalares, onde são referidas as participações sociais da Sociedade imputáveis ao senhor eng. Miguel Pais do Amaral deve ser considerada a referida participação”.

O grupo de comunicação social faz ainda, nesta comunicação ao mercado, o trajeto da titularidade destas ações.

A aquisição original por Pais do Amaral das ações foi feita em 21 de abril de 2009 pela sociedade Partrouge, detida indiretamente por Pais do Amaral, que então não desempenhava cargos na empresa.

Já em março de 2011, Pais do Amaral voltaria a assumir cargos na empresa, ao ser designado presidente do Conselho de Administração.

Em novembro de 2011, a sociedade Quifel Holdings, de que Miguel Pais do Amaral era presidente, incorporou por fusão a sociedade Partrouge”, pelo que a Quifel passou a ser titular das ações em causa. Entretanto, em janeiro de 2016, a Quifel mudou de nome para AHS Investimentos.

A Media Capital está em processo de compra pela Altice, por 440 milhões de euros.

Em 14 de julho passado, dois anos depois da compra da PT Portugal/Meo, o grupo Altice anunciou que tinha chegado a acordo com a espanhola Prisa para a aquisição da Media Capital, por cerca de 440 milhões de euros.

Para o negócio avançar precisa do acordo de reguladores e supervisores. Aguarda-se de momento o acordo da Autoridade da Concorrência

A Altice tem três canais de televisão em França (BFM TV, BFM Business TV e RMC Découverte), duas estações de rádio (RMC e BFM Business Radio). No seu portefólio, contam-se ainda a revista L’Express e o diário Libération.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site