Twitter

Tweets vão duplicar para 280 caracteres… e para (quase) todos

O famoso limite de 140 caracteres no Twitter esticou. Agora é possível fazer uma publicação com um máximo de 280, depois de testes realizados pela empresa em setembro.

AFP/Getty Images

O Twitter anunciou que o limite de caracteres dos tweets vai aumentar de 140 para 280 após um mês de testes com um grupo restrito de utilizadores da rede social. O habitual limite de 140 deixa assim de existir, exceto no Japão, Coreia e China, uma vez que, como justifica a empresa, é possível expressar-se nesses idiomas utilizando menos texto.

Desde o lançamento da rede social, em 2006, o número de caracteres tem por vezes impedido os utilizadores de se expressarem da forma que gostariam, contudo, esta alteração já foi alvo de critica, com muitos utilizadores a preferirem outras alterações como por exemplo a repressão ao crime de ódio e a introdução de uma função de edição na cronologia.

A gerente da rede social, Aliza Rosen, afirmou num comunicado no blogue oficial do Twitter, que o objetivo é permitir que as pessoas se expressem facilmente, mantendo a rapidez e brevidade características das publicações.

Durante os testes conduzidos pela empresa, constatou-se que apenas 5% dos tweets enviados tinham mais de 140 caracteres e apenas 2% tinham mais de 190. Contudo, os que fizeram publicações mais longas obtiveram mais seguidores e passaram mais tempo na rede social.

Durante os primeiros dias do teste, muitas pessoas tweetaram o limite completo de 280 porque era novo, mas logo depois o comportamento voltou à normalidade”, escreveu Aliza Rosen.

Com este estudo, o Twitter percebeu que o espaço extra tornou mais fácil o encadeamento do pensamento do utilizador em cada tweet. O Twitter acredita, assim, que os utilizadores perdem menos tempo a compor e editar as publicações o que quer dizer que podem ser muito mais rápidas que antes.

Nós vimos que, quando as pessoas precisavam usar mais de 140 caracteres, tweetavam com mais facilidade e mais frequentemente”, disse Rosen.

Ainda de acordo com o mesmo estudo, 9% dos tweets em inglês atingem o limite habitual, podendo resultar por vezes na não publicação dos mesmos. Com o novo limite de caracteres, apenas 1% dos em inglês atingiram o tamanho máximo. Esta expansão do famoso limite de 140 caracteres pretende tornar a plataforma mais atraente, com o objetivo de aumentar as receitas e utilizadores em todo o mundo, numa “batalha” contra o Facebook, Instagram e Snapchat, que cada vez mais estão em voga.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site