iPhone

O ecrã do iPhone X deixa de funcionar com o frio. Uma atualização de software vai resolver o problema

217

Donos do mais recente topo de gama da Apple dizem que o 'touchscreen' perde a funcionalidade em temperaturas frias. A Apple diz que vai resolver com uma atualização de software.

Vários proprietários de telemóveis iPhone X estão a queixar-se de que o ecrã do mais recente topo de gama da Apple ‘congela’ em temperaturas frias.

Segundo utilizadores do Reddit, o teclado ou mesmo todo o touchscreen deixam de responder poucos segundos após serem submetidos a temperaturas que rondem os zero graus celsius. E não vale a pena ‘agasalhar’ o iPhone, pois o problema é de software. A Apple já o reconheceu e promete solucionar a questão numa próxima atualização.

A razão do problema foi alvo de especulação no subreddit do iPhone. Alguns membros diziam que o ecrã deixava de responder com mudanças súbitas de luz do interior para o exterior de um edifício devido à câmara de infravermelhos e ao sensor de luz ambiente usados no Face ID e noutras funcionalidades.

Contudo, a Apple já disse estar ciente de que o ecrã do iPhone X pode deixar de funcionar temporariamente “depois de uma mudança rápida para um ambiente frio”. Aliás, um representante da empresa disse à Forbes que o “aparelho foi desenhado para trabalhar em temperaturas superiores aos 0 graus celsius”, dizendo ainda que é expectável que o mesmo “abrande” ou deixe de responder.

Efetivamente, a página web de suporte da Apple aconselha a utilizar o iOS em ambientes cuja temperatura está entre os zero e os 35 graus celsius. Além disso, a Apple diz que utilizar o iPhone em temperaturas muito frias pode reduzir a vida útil da bateria temporariamente ou mesmo fazer com que o aparelho se desligue. Caso fique muito quente, o ecrã escurece e mostra uma mensagem que impede o dono de o utilizar até que este arrefeça.

Ainda não se sabe quando é que o problema terá solução, mas é expectável que esta surja com uma próxima atualização do iOS.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Crónica

Meus pais e seus aparelhos eletrônicos

Ruth Manus

Parece que todos os aparelhos eletrônicos que os meus pais compram foram vítimas de algum tipo de maldição que tornou seu funcionamento algo absolutamente anormal. 

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site