Dinheiro

Tem 2.617 euros? É um dos mais ricos do mundo

1.649

É este montante que divide a população mundial entre os mais ricos e os mais pobres. Se o seu património ultrapassa 56.076 euros, então está entre os 10% mais afortunados do globo.

AFP/Getty Images

O número de milionários nacionais continua a aumentar: são agora 68 mil portugueses com mais de um milhão de dólares (cerca de 731 mil euros). Todavia, não é preciso ter um milhão para ser um dos mais ricos do mundo. Se o seu património, a soma das aplicações financeiras e dos ativos imobiliários subtraída das dívidas, for superior a 2.617 euros, então está na metade da população mundial mais rica, mostra o estudo publicado pelo Credit Suisse.

Há tantos milionários em Portugal como na Arábia Saudita

Uma fortuna superior a 56.076 euros lança-o para o grupo dos 10% mais ricos do globo. Para se candidatar a estar entre o 1% dos mais ricos, o valor da sua riqueza tem de ultrapassar os 562.828 euros.

Quando se restringe a análise a Portugal, quem tiver um património pessoal superior a 27.940 euros está na metade dos portugueses mais ricos.

O estudo do Credit Suisse realça a desigualdade do património mundial. A metade da população que menos tem (aqueles com menos de 2.617 euros) absorve menos de 1% da riqueza pessoal no planeta. Os 10% mais ricos controlam 88% dos ativos globais. Os ultramilionários no percentil superior têm metade da fortuna mundial.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: dalmas@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site