Lojas

Mango dos Restauradores. Uma loja com peças exclusivas e provadores inteligentes

357

Depois de dois anos de obras e licenciamentos, a Mango dos Restauradores, em Lisboa, abre esta sexta-feira. Tem três andares, as principais linhas da marca e provadores inteligentes.

A fachada dos anos 30 não podia contrastar mais com o interior da nova Mango, a primeira flagship store da marca espanhola em Portugal. Minimais e industriais, os interiores foram concebidos para melhorar a experiência de quem entra. “Hoje, são os clientes que decidem onde e quando têm contacto com as marcas. Nesta loja, mostramos bem o caminho que queremos seguir: aproximar cada vez mais a experiência online e as compras nas lojas físicas”, afirmou Daniel López, vice-presidente da Mango, durante a inauguração da nova loja, que abre ao público já nesta sexta-feira.

A Mango dos Restauradores ocupa as instalações onde outrora funcionou a Loja do Cidadão. Tem 1000 m2 (bem mais pequena do que a que abriu nos Armazéns do Chiado, com 1700 m2), três andares por onde se dividem as três linhas principais da marca — mulher, homem e criança –, e é onde a marca vai lançar as suas novidades em primeira mão e até ter peças exclusivas. A nova loja representa um investimento de 2,6 milhões de euros e segue a linha das flagship stores abertas recentemente pela Mango, quer a da Calle de Serrano em Madrid, quer a do Soho em Nova Iorque.

A tecnologia não ficou de lado e para vê-la em ação basta entrar nos provadores. Os espelhos são também ecrãs táteis e através deles pode pedir mais tamanhos e até outras peças para combinar com as que estiver a experimentar na hora. Os pedidos são enviados automaticamente para os smartwatches dos funcionários que, em três tempos (queremos acreditar) lhe levam tudo. Resumindo, acabaram-se aqueles momentos constrangedores em que passeamos de meias pela loja à procura de ajuda.

Parece só um espelho, mas é um ercã tátil e está em todos os provadores da nova loja © João Porfírio/Observador

O grande reforço foi feito na secção masculina. Ocupa o primeiro andar e tem espaço para receber a coleção inteira. Num pequeno lounge, podem ver-se ilustrações de autor nas paredes, entre elas, obras das portuguesas Kruella D’Enfer e Tamara Alves.

Com 30 anos de história e sede em Barcelona, a Mango abriu a sua primeira loja em Portugal (e fora de Espanha) há 25 anos, em Coimbra. Hoje, a multinacional está presente em 111 países. Segundo o relatório de contas do primeiro semestre de 2017, a empresa aumentou o resultado bruto (EBITDA) em mais de 30 milhões de euros, em relação ao mesmo período do ano anterior.

Depois de ter fechado o ano de 2016 com um resultado negativo de 61 milhões de euros, tudo indica que 2017 tenha sido um ano de recuperação, quer pelo aumento das vendas online, quer pela estratégia de apostar em megastores como a que abriu em fevereiro no Chiado (abriu 16 em 2017). No dia 6 de dezembro, abre mais uma, no complexo comercial da Ikea de Loulé. Quanto às lojas mais pequenas no centro de Lisboa (Avenida da Liberdade e Rua Augusta), o vice-presidente da multinacional defende que são para manter, alegando que têm “um tipo de cliente muito próprio”. Com a abertura da nova Mango na Praça dos Restauradores, a empresa passa a somar 55 lojas em Portugal.

Nome: Mango Flagship Store
Morada: Praça dos Restauradores, 17-24
Horário: De segunda a sábado das 10h às 20h (abre domingos e feriados durante o mês de dezembro)

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mgoncalves@observador.pt
Debate

Desimportantizar os caraoqueiros

Paulo Tunhas

O pensamento-karaoke funciona como obstáculo a que se procure entender o que se passa à nossa volta. Os caraoqueiros estão-se, de resto, nas tintas. Só querem caraocar mais alto do que os outros.

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site