Moçambique

Moçambique aumenta fiscalização a transportes coletivos no Natal e passagem de ano

Moçambique vai aumentar a fiscalização a veículos de transporte coletivo durante a época do Natal e da passagem de ano. A sobrelotação e a falta de condições dos veículos são os principais motivos.

PEDRO SÁ DA BANDEIRA/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

O Instituto Nacional dos Transportes Terrestres (Inatter) de Moçambique vai aumentar o número de operações de fiscalização aos veículos de transporte coletivo durante o Natal e passagem de ano, anunciou o organismo.

A sobrelotação de viaturas, a falta de condições dos veículos e o preenchimento incorreto da lista de passageiros, bem como de outros documentos, são alguns dos problemas habituais e que devem ser evitados, de acordo com as recomendações do INATERR para a quadra.

Os transportes internacionais e entre províncias – cujos percursos em Moçambique podem ultrapassar os mil quilómetros – são os que vão estar sob especial escrutínio.

Na quadra de Natal e passagem de ano assiste-se habitualmente a uma escalda no número de vítimas de acidentes rodoviários.

Em Moçambique, cerca de cinco mil pessoas morreram nas estradas nos últimos três anos, segundo dados do Inatter.

O valor equivale, em média, à morte de cinco pessoas por dia.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site