Braga

Abel Ferreira quer regras de arbitragem mais claras

O treinador do Sporting de Braga, Abel Ferreira, diz que as regras de arbitragem têm de ser claras, "ou preto ou branco, não pode ser cinzento", acrescentando que "ou é fora de jogo ou não é".

HUGO DELGADO/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

O treinador do Sporting de Braga, Abel Ferreira, considera que as regras de arbitragem dos jogos de futebol devem ser mais claras, de forma a que não seja possível haver duplas interpretações.

Instado a avaliar as arbitragens dos últimos jogos do Sporting de Braga, Abel Ferreira começou por desejar “um bom jogo” à equipa de arbitragem no sábado, na receção ao Belenenses, na 15ª jornada da I Liga, mas defendeu que “as imagens falam por si”, considerando necessária uma “reflexão” mais profunda sobre o tema.

Comecei a ser profissional de futebol em 1997 e, na altura, havia um árbitro e dois fiscais de linha, um apito e duas bandeirolas. Depois acrescentaram-se comunicações e os erros foram aumentando, hoje temos VAR, quarto árbitro, comunicação entre todos, estou no banco e apercebo-me que há muita gente a apitar o jogo”, considerou.

O técnico disse esperar que as “regras sejam claras, ou preto ou branco, não pode ser cinzento, não pode haver três pessoas a ver coisas diferentes sobre o mesmo, um azul, outro vermelho e outro verde. Ou é fora de jogo ou não é, não pode haver linhas de um centímetro e de três e numa televisão haver linhas [de fora de jogo] e noutra já não haver”.

Os minhotos vêm de duas derrotas seguidas, uma para a Liga Europa (2-1 com o Baseksehir) e outra para o campeonato, na Madeira, ante o Marítimo (1-0), mas Abel Ferreira diz que a equipa é equilibrada, analisou os jogos e percebeu os razões desses desaires.

Estamos preparados para o próximo jogo, perante um adversário com uma boa filosofia de jogo, bem orientado, que tem feito um bom campeonato até aqui. A equipa está consciente da sua forma de jogar, da sua identidade e processos e, todos juntos, queremos reagir e voltar às vitórias”, disse sobre a receção ao Belenenses.

Confrontado com a possibilidade de alguns jogadores que têm jogado pouco, como Bakic e Assis, saírem em janeiro, notou que o plantel tem vários lesionados, “um médio com uma paragem longa [Fransérgio]”, pelo que considera serem decisões ainda por tomar.

Abel Ferreira queixou-se ainda das lesões provocadas a Fransérgio e Paulinho, por entradas de adversários que não foram sancionadas disciplinarmente.

Os adversários têm feito uma grande quantidade de faltas contra nós, ainda agora [Marítimo] o Vukcevic tinha sofrido cinco faltas aos 15 minutos. No jogo com o Feirense, o mesmo jogador fez duas faltas, em nenhuma levou cartão amarelo, e ficámos sem dois jogadores [Fransérgio e Paulinho]”, lamentou.

Sporting de Braga, quarto classificado, com 28 pontos, e Belenenses, 10º, com 17, defrontam-se às 20:30 de sábado, no Estádio Municipal de Braga, em jogo da 15.ª jornada da I Liga de futebol.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site