Celebridades

Walmart e PBS cortam relações com Tavis Smiley, acusado de assédio sexual

O Walmart suspendeu na quinta-feira a sua relação com o animador de 'talk-show' Tavis Smiley, no seguimento de acusações recentes de assédio sexual.

PAUL BUCK/EPA

O grupo de distribuição retalhista norte-americano Walmart suspendeu na quinta-feira a sua relação com o animador de ‘talk-show’ televisivos e radiofónicos e autor Tavis Smiley, no seguimento de acusações recentes de assédio sexual.

A decisão ocorre um dia depois de a estação televisiva PBS ter anunciado que suspendia indefinidamente o programa de Smiley, que existia desde 2004, depois de uma investigação independente ter descoberto “alegações múltiplas e credíveis” de conduta sexual criticável por parte do animador.

Smiley respondeu, na rede social Facebook, que nunca tinha assediado ninguém e que uma das relações que veio a público tinha sido consensual. Smiley também acusou a PBS de recusar dar os nomes de quem o acusou, recusar falar aos seus colaboradores atuais e recusar-lhe qualquer possibilidade de defesa. A Walmart tem sido um anunciante do ‘talk-show’ e ia patrocinar um espetáculo teatral que ia fazer um circuito.

Para o próximo mês está previsto o lançamento em 40 cidades de uma produção teatral focada no último ano da vida de Martin Luther King Jr. O espetáculo “A Morte de um Rei” é baseado no livro homónimo de Smiley, saído em 2014, e deve estrear em 15 de janeiro.

Smiley tem um acordo com a Warner Bros. Television e tem estado a trabalhar com J. J. Abrams para criar uma série televisiva a partir do seu novo livro sobre os últimos dias e a morte de Michael Jackson.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Global Shapers

Youtuboprah

Rui Maria Pêgo
718

Com as visualizações chegam marcas. Marcas que estão interessadas em chegar a quem? Adivinhou. A si. Mesmo que, demasiadas vezes, o conteúdo degenere numa total inconsequência.

Família

O IRS e os filhos

Ana Cid Gonçalves

Será que um casal com um salário líquido de 1.147 euros e uma família de cinco pessoas deve pagar mais impostos do que um casal que recebe líquidos 902 euros e não tem nenhum filho a seu cargo?

Estados Unidos da América

A banalização da política

Diana Soller

Passámos a justificar tudo com a personalidade do presidente, apesar de se estarem a operar em Washington mudanças profundas que podem criar novas formas de ordem quer interna, quer internacional.

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site