Futebol

António Salvador critica Sporting e FC Porto e elogia Benfica

221

O presidente do Sporting de Braga criticou o Sporting e o FC Porto por terem abandonado a assembleia-geral da Liga Profissional de Futebol. António Salvador ainda elogiou a postura do Benfica.

JOSÉ COELHO/LUSA

O presidente do Sporting de Braga, António Salvador, criticou esta sexta-feira Sporting e FC Porto, que abandonaram a Assembleia Geral (AG) da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, e negou que tenham sido recusadas propostas de ambos os clubes.

À saída da reunião magna, em que foram discutidas e votadas propostas de alteração ao regulamento de competições, e que decorreu durante todo o dia na sede do organismo, no Porto, António Salvador afirmou que “foi feita história no futebol português” e sublinhou a “união dos clubes” presentes, elogiando a postura do Benfica.

“Não recusámos propostas nenhumas. Achámos que foram fora do timing, mas estamos disponíveis para as discutir a seguir entre todos. (…) O Benfica teve uma postura corretíssima nesta AG, houve propostas do qual se absteve e outras em que votou a favor”, disse António Salvador.

O dirigente bracarense contrariou as afirmações dos presidentes do FC Porto, Jorge Nuno Pinto da Costa, e do Sporting, Bruno de Carvalho, que abandonaram a reunião de manhã, argumentando que as suas propostas não foram admitidas

“Queremos que Sporting e FC Porto tenham a mesma postura que Benfica”, vincou o António Salvador, que acrescentou ainda: “Pela primeira vez, os clubes olharam para o que nos pode unir, discutindo propostas concretas para melhorar o futebol. Foi o que aconteceu desde que o G15 se começou a reunir”.

António Salvador garantiu ainda que este grupo, que reúne clubes de I Liga excluindo os ‘três grandes’ não se vai desunir, e criticou a atitude de FC Porto e Sporting.

“Não queremos excluir ninguém. Convocámos FC Porto, Benfica, Sporting e clubes da II Liga para que na última reunião do G15 pudessem estar presentes. Provou-se que, para alguns clubes, é como querem ou então não é nada. Isso foi demonstrado com a forma como determinados clubes abandonaram esta AG. Não querem diálogo. Vamos continuar a reunir, não vamos excluir ninguém. O que queremos a partir de hoje é que as propostas sejam discutidas em conjunto e não individualmente por nenhum desses clubes”, acrescentou.

Sobre a declaração de Bruno de Carvalho, que pondera impugnar a Assembleia Geral por considerar que as propostas foram apresentadas dentro dos prazos previstos, António Salvador não se mostrou surpreendido.

“Não me admira nada. Quando o Sporting abandona a AG porque as suas propostas não foram admitidas a discussão… Percebe-se que o Sporting quer ver as suas propostas discutidas e não as de outros clubes. Os clubes do G15 foram pressionados por outros. Sabem quem são os clubes? Quem ficou de fora. Mas não queremos que fique ninguém de fora. Queremos que venham para o nosso seio discutir o futebol português”, referiu ainda.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Debate

Desimportantizar os caraoqueiros

Paulo Tunhas

O pensamento-karaoke funciona como obstáculo a que se procure entender o que se passa à nossa volta. Os caraoqueiros estão-se, de resto, nas tintas. Só querem caraocar mais alto do que os outros.

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site