Curiosidades Auto

Chinês comprou carro e pagou 70.000 yuan em moedas

Todos nós já pagámos um café em moedas, ou até uma refeição, mas pagar 70.000 yuan em “metal”, como entrada para um BMW, é algo raro. Assim terá pensado o vendedor, que passou horas a contar moedas.

Autor
  • Alfredo Lavrador

O caso teve lugar na China e envolveu um cidadão local, sem dúvida fiel à máxima popular “grão a grão, enche a galinha o papo”. Pois bem, este chinês trocou o grão pelas moedas e encheu não o papo, mas uma série de caixas com as ditas. Quando reuniu uma quantia apreciável, dando provas da proverbial paciência de chinês, decidiu pô-las a uso, utilizando-as para pagar a entrada de um BMW que tinha debaixo de olho há já algum tempo.

O modelo em causa estava à venda por 400.000 yuan (51.261€) e o vendedor exigia 70.000 yuan (8.970€) como sinal para a encomenda. Seja por não ter gostado da exigência, ou por não achar piada à cara de quem o atendeu no concessionário, o comprador (que não foi identificado) achou que estavam reunidas as condições para se separar das moedas, que aparentemente eram de cinco valores distintos, mas todas com a figura de Mao.

O vendedor, talvez porque não vendia um BMW todos os dias, ou porque não tinha outro remédio, alinhou na brincadeira e não só recebeu as moedas que o seu cliente transportava com ele, como foi a sua casa buscar mais 10 caixas para perfazer o total dos 70.000 yuan.

De regresso ao concessionário, enquanto o cliente já desfrutava o seu BMW novo, o vendedor reuniu uns colegas e dedicaram-se a contar moedas à mão durante horas. E tudo sem qualquer reacção desagradável ou comentário sarcástico, não vá o chinês decidir pagar os 330.000 yuan que faltam novamente em moedas…

Participe nos Prémios Auto Observador e habilite-se a ganhar um carro

Vote no primeiro concurso em Portugal dedicado ao automóvel cuja votação é exclusivamente online. Aqui quem decide são os leitores e não um júri de “especialistas” e convidados.

Participe nos Prémios Auto Observador e habilite-se a ganhar um carroVote agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site