Banca

Bancos passarão a pagar mais para fundo de garantia de depósitos

Os bancos vão pagar mais de contribuição anual para o fundo de garantia de depósitos. A nova legislação entrou em vigor a 1 de janeiro.

Jose Sena Goulao/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

Os bancos passarão a pagar mais de contribuição anual para o fundo de garantia de depósitos, segundo a instrução do Banco de Portugal que entrou em vigor este ano.

A instrução 21/2017, que entrou em vigor a 1 de janeiro, “fixa em 0,0003% a taxa contributiva de base” que cada banco paga para o fundo de garantia de depósitos e define o mínimo em 235 euros para este ano.

A anterior taxa era de 0,00014%.

A decisão do banco central determina ainda que “as instituições de crédito participantes não podem substituir a sua contribuição anual por compromissos irrevogáveis de pagamento”.

O Fundo de Garantia de Depósitos serve para reembolsar os depósitos dos clientes bancários caso algum banco tenha dificuldades e não o consiga fazer. Os depósitos estão garantidos até 100 mil euros.

Pela legislação europeia, os Estados-membros estão obrigados a ter meios financeiros disponíveis nos seus fundos de garantia de depósitos em montante equivalente a pelo menos 0,8% dos depósitos cobertos por este mecanismo de segurança dos depositantes.

No final de 2016, o Fundo de Garantia de Depósitos tinha 1.549,1 milhões de euros, dos quais 444,4 milhões (29%) eram compromissos irrevogáveis de pagamento garantidos por dívida pública.

Em Portugal, no final de 2016, havia quase 139,3 mil milhões de depósitos de clientes particulares e 32,8 mil milhões de depósitos de empresas.

Já os últimos dados, de outubro de 2017, indicam que nesse mês havia 138,8 mil milhões de depósitos de clientes particulares e 36,8 mil milhões de depósitos de empresas.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site