Irão

Macron manifestou a Rohani “preocupação” pelas vítimas nas manifestações no Irão

O presidente francês manifestou ao primeiro-ministro iraniano toda a sua "preocupação" com as vítimas mortais nos protestos no país. Em seis dias, já morreram 21 pessoas no Irão.

Emmanuel Macron apelou "ao retorno da paz" no Irão

ETIENNE LAURENT /POOL/EPA

O Presidente francês, Emmanuel Macron, manifestou ao seu homólogo iraniano, Hassan Rohani, a sua “preocupação” pelo “número de vítimas nas manifestações” nos últimos dias no Irão e apelou “ao retorno da paz”, revelou esta terça-feira a Presidência francesa.

Numa conversa telefónica, os dois Presidentes adiaram para outra altura a visita a Teerão, capital do Irão, que o chefe da diplomacia francesa, Jean-Yves Le Drian, ia fazer no final desta semana, referiu o Palácio do Eliseu.

As manifestações no Irão começaram a 28 de dezembro, na cidade de Machhad, no nordeste do país. A corrupção e as precárias condições de vida motivaram os protestos, que, de acordo com a televisão estatal iraniana, provocou a morte de 21 pessoas e mais de 450 detidos.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site