Moçambique

Governo moçambicano espera recensear 170 mil jovens para o Serviço Militar Obrigatório

O recenseamento militar em Moçambique começa quinta-feira. O universo de jovens previsto para o Serviço Militar Obrigatório, este ano, corresponde a 29% do total de 583 mil jovens que fazem 18 anos.

SHIRAAZ MOHAMED/EPA

O Ministério da Defesa Nacional de Moçambique (MDN) inicia na quinta-feira o recenseamento para o Serviço Militar Obrigatório (SMO), estimando inscrever 170 mil jovens em todo o país, anunciou esta quarta-feira aquele organismo. Um comunicado do MDN refere que a operação vai abranger jovens que completam 18 anos em 2018 e os que falharam o recenseamento militar em ocasiões anteriores, mas que ainda não fizeram 35 anos.

O universo de jovens previsto para o SMO deste ano corresponde a 29% do total de 583 mil jovens que completam 18 anos este ano, de acordo com as projeções do Instituto Nacional de Estatísticas (INE).

O recenseamento militar vai decorrer nas sedes das administrações distritais, conselhos municipais, postos administrativos e estabelecimentos de ensino. Os jovens moçambicanos residentes no estrangeiro farão o recenseamento militar nas missões diplomáticas e consulares.

O recenseamento militar em Moçambique é feito no início de cada ano e não implica automaticamente a incorporação no SMO, pois este ato está sujeito a testes de aptidão e ao número definido anualmente para o ingresso nas Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM).

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Presidente Trump

As semelhanças entre Obama e Trump

João Marques de Almeida

A eleição de Trump foi a derrota das elites bem pensantes e do establishment dos media, que prefere escrever para os seus egos e os seus pares em vez de tentar entender o que se está a passar nos EUA.

Vladimir Putin

Síria: não há forma de lavar a hipocrisia 

José Milhazes

Lavrov apoiou a acção turca porque os ataques visam curdos e outras forças sírias apoiadas pelos EUA. Não é difícil imaginar o regozijo reinante no Kremlin face à luta entre parceiros da NATO na Síria

Presidente Trump

As semelhanças entre Obama e Trump

João Marques de Almeida

A eleição de Trump foi a derrota das elites bem pensantes e do establishment dos media, que prefere escrever para os seus egos e os seus pares em vez de tentar entender o que se está a passar nos EUA.

Vladimir Putin

Síria: não há forma de lavar a hipocrisia 

José Milhazes

Lavrov apoiou a acção turca porque os ataques visam curdos e outras forças sírias apoiadas pelos EUA. Não é difícil imaginar o regozijo reinante no Kremlin face à luta entre parceiros da NATO na Síria

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site