Lançamentos

Presença publica novo livro de Philip Pullman e edição revista de “Monstros Fantásticos”

Quase duas décadas depois da publicação de "O Telescópio de Ambar", Philip Pullman regressou aos mundos paralelos de "Os Reinos do Norte". Edição portuguesa de "La Belle Sauvage" sai em janeiro.

Philip Pullman publicou "Os Reinos do Norte", o primeiro volume da sua famosa trilogia, em 1995

AFP/Getty Images

Nos últimos meses de 2017, não se falou de outra coisa em Inglaterra: 17 anos depois da publicação do último volume da sua famosa trilogia dos mundos paralelos, Philip Pullman inaugurou uma saga, intitulada O Livro do Pó. E as críticas não podiam ter sido melhores: Marina Warner, no The Guardian, escreveu que “valeu a pena esperar”, opinião partilhada por Sam Leith, do The Telegraph, que chamou a La Belle Sauvage, o primeiro volume da nova trilogia, “uma prequela rica, semelhante a um sonho”. “Há poucas coisas que valham a pena esperar 17 anos: O Livro do Pó é uma delas”, disse Elizabeth Hand no The Washington Post.

O primeiro volume d’O Livro do saiu em outubro em Inglaterra e chega finalmente aos leitores portugueses este mês de janeiro, numa edição da Presença, responsável pela edição em Portugal das obras de Pullman. Apesar de se passar no mesmo universo de Os Reinos do Norte e de tocar em alguns temas da primeira trilogia, a história de La Belle Sauvage é anterior — passa-se dez anos entes, em Oxford e em Londres. A personagem principal é Malcolm Polstead, de 11 anos, filho dos donos d’A Truta, uma estalagem muito popular nos arredores de Oxford, junto à margem do Tamisa.

Muito atento, Malcom decide tornar-se num espião, escolha que acaba por levá-lo a descrobrir, na companhia do seu génio Asta, uma “intrigante mensagem secreta sobre uma substância perigosa chamada Pó”. “Quando o espião, a quem a mensagem era dirigida, lhe pede que preste redobrada atenção ao que por ali se passa, o rapaz começa a ver suspeitos em todo o lado”, refere a sinopse disponibilizada pela Presença. “Todos querem descobrir o paradeiro de Lyra, uma menina, ainda bebé, que parece atrair toda a gente como se fosse um íman. Malcolm está disposto a enfrentar todos os perigos para a encontrar.”

O novo livro do escritor inglês, La Belle Sauvage, chega às livrarias portuguesas já neste mês de janeiro

Esta Lyra de que aqui se fala é nada mais nada menos do que Lyra Belacqua, personagem principal da trilogia original de Pullman que, de acordo com o autor, irá aparecer nos dois primeiros volumes de O Livro do Pó, uma coleção “mais negra” do que anterior que aborda o tema da consciência. “Talvez a questão filosófica mais antiga de todas seja: somos matéria? Ou somos espírito e matéria?”, questionou o autor em conversa com o Guardian. “Como será a consciência se não houver espírito? Questões como estas são um fascínio perene que nunca foi resolvido, felizmente.”

O segundo volume de O Livro do Pó já está terminado. Ao jornal britânico, Philip Pullman andiantou que The Secret Commonwealth irá dar um salto no tempo e que os leitores vão poder acompanhar as aventuras de Lyra, então com 20 anos, no Levante. Ou seja: o segundo livro, passa-se vários anos depois de O Telescópio de Âmbar, terceiro volume da trilogia dos Reinos do Norte. O tom também será diferente: “No segundo e terceiros livros, as personagens são adultas e é natural que tenha um tom mais adulto”, afirmou. Ainda não vou foi revelada a data de publicação, mas Pullman disse esperar que o próximo romance saia um ano depois de La Belle Sauvage, ou seja, em outubro de 2018.

Philip Pullman publicou Os Reinos do Norte em 1995. Foi um sucesso quase instantâneo. A trilogia, composta ainda por A Torre dos Anjos e O Telescópio de Âmbar, foi traduzida em mais de 40 línguas e foram vendidas mais 18 milhões de cópias. A trilogia já foi considerada por diversas vezes uma das melhores obras de todos os tempos.

Seis novos monstros fantásticos e outras histórias

No início do ano passado, a Bloomsbury e a Scholastic, responsáveis pelas edições de Harry Potter no Reino Unido e nos Estados Unidos da América, respetivamente, lançaram novas versões — com novas capas — da coleção “Biblioteca de Hogwarts”, que inclui os livros Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los, de Newt Scamander (que recentemente teve uma edição ilustrada), O Quidditch Através dos Tempos, de Kennilworthy Whisp, e Os Contos de Beedle, o Bardo. Estas vão ser agora publicadas em Portugal, também pela Presença, reproduzindo as capas da Scholastic.

No caso de Monstros, além de uma nova cara, o livro foi atualizado para receber seis novos monstros e um prefácio do próprio autor, Newt Scamander, que surge retratado na nova série de filmes inspirada no universo mágico criado por J.K. Rowling. Os Contos de Beedle também trazem novidades: cinco novas histórias de fantasia.

A nova edição de Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los inclui informação sobre seis novos seres mágicos

Além destes três livros, que deverão sair já em janeiro, a Presença tem ainda planeada a publicação de O Tatuador de Auschwitz, de Heather Morris, em fevereiro, e de A Mulher À Janela, um thriller psicológico de A.J. Finn, em março. Na área da não-ficção, a editora pretende lançar dois livros nos primeiros meses de 2018: uma edição atualizada de O Capital, de Karl Marx, da responsabilidade de Ben Fine e Alfredo Saad-Filho, e Requiem para o Sonho Americano, de Noam Chomsky.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: rcipriano@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site