Curiosidades Auto

Estes airbags são diferentes. Muito diferentes…

Os airbags contribuem para reduzir a gravidade dos acidentes. Uns protegem a cabeça, outros o tronco e até há uns que defendem os joelhos. Agora surgiu um novo modelo destinado a olhar pelas ancas.

Autor
  • Alfredo Lavrador

O Consumer Electronics Show (CES) de Las Vegas é palco para todo o tipo de soluções electrónicas destinadas a facilitar a vida dos cidadãos, automobilistas incluídos. Os mais avançados sistemas de navegação, de condução autónoma ou até de inteligência artificial ao serviço de quem conduz animam muitas das áreas de exposição do certame. Mas uma delas expõe um airbag inovador, destinado a proteger uma zona específica do corpo, particularmente frágil nos cidadãos mais idosos.

Denominado Hip’Air e produzido pela Helite, este airbag não funciona como os demais, pois para encher o generoso saco com uma rapidez incrível recorre a CO2 a alta pressão contido numa pequena botija. Os airbags tradicionais (montados no volante, tablier ou pilares laterais) enchem graças não a uma explosão, mas sim a uma combustão hiper rápida e controlada. Curiosamente, uns e outros tem uns buracos. E não é defeito, pois os furos (perfeitamente calibrados para cada caso) são necessários para absorver o impacto, esvaziando o saco de forma controlada para evitar que o idoso ressalte depois do primeiro embate no solo.

A novidade é que o Hip’Air, que pesa apenas 1 kg, não foi concebido como a maioria, para ser utilizado nos automóveis, mas sim para proteger quem o usa no dia-a-dia, quando está em casa ou se desloca a pé pela rua. Em caso de queda, o osciloscópio detecta o perigo e faz encher o airbag, com a certeza que o saco estará perfeitamente cheio ainda antes do idoso atingir o solo.

Os airbags são tradicionalmente caros (os dos automóveis não tanto, pois são fabricados em grandes quantidades e normalizados) e este não é excepção. É proposto por 662€ a unidade, a que urge juntar 42€ da pequena botija de gás, devendo chegar à Europa em Março, ainda antes de iniciar as vendas nos EUA. Se acha que o preço do Hip’Air é elevado, especialmente se comparado com os 35 a 84€ pedidos por um airbag de volante normal, tem toda a razão, sendo de esperar que este valor se torne mais acessível com o incremento da procura.

Caso não se recorde, a Helite é a mesma empresa que concebeu o airbag integrado nos casacos dos motociclistas, destinados a proteger o pescoço e a coluna em caso de queda.

Participe nos Prémios Auto Observador e habilite-se a ganhar um carro

Vote no primeiro concurso em Portugal dedicado ao automóvel cuja votação é exclusivamente online. Aqui quem decide são os leitores e não um júri de “especialistas” e convidados.

Participe nos Prémios Auto Observador e habilite-se a ganhar um carroVote agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site