Bares

O Lisbon Bar Show regressa em Maio e já há novidades para contar

206

Bartenders de renome internacional, masterclasses, food court e estrelas Michelin. Tudo isto são coisas que vai poder encontrar na quinta edição da feira que pôs os portugueses a beber mais cocktails.

Ricardo Gomes

A fama dos cocktails em Portugal tem vindo a crescer nos últimos anos. Em pouco tempo, vários espaços abriram, outros que já existiam ganharam novo fôlego e, no geral, muitas foram as pessoas que começaram a trocar o copo de vinho ou o simples digestivo por uma mixórdia mais complexa e rica. Um dos fatores que ajudou a impulsionar toda esta indústria foi o Lisbon Bar Show (LBS), evento criado por Alberto Pires em 2014 que regressará a 15 e 16 de Maio para uma quinta edição.

Em conversa com o Observador, Alberto Pires começou por dizer que apesar de jovem, o Lisbon Bar Show já é tido pelos profissionais do meio como sendo “uma das maiores feiras de hotelaria e restauração do mundo” — “já visito eventos deste género, pelo mundo fora, há 12 anos” — , comparável apenas com a BCB (Bar Convent Berlin), já que em cidades como Londres, “o epicentro da cocktelaria mundial”, o mercado é tão grande que é quase impossível reunir tantas marcas e personalidades conceituadas debaixo do mesmo teto.

Esta história, que começou no Instituto Superior de Agronomia mas entretanto mudada para o Convento do Beato, em Lisboa, — “já tínhamos mais expositores em tendas do que no edifício em si” –, tem sido uma de sucesso, basta ver que o número de visitantes tem vindo a aumentar de ano para ano, tendo sido registado um total de 5200 pessoas nos dois dias do evento. Outro fator que corrobora esta visão é o facto de, por exemplo, várias marcas já escolherem o LBS para lançar novos produtos e até já trazem à capital os seus representantes mais prestigiados, sejam eles os bartenders oficiais ou os master distillers (por outras palavras, os criadores de determinada bebida alcoólica). Passando às novidades deste ano:

O LBS costuma ter sempre uma espécie de tema subliminar que justifica algumas escolhas gastronómicas presentes, tipos de apresentações e escolha de convidados. No primeiro ano foi o produto português que serviu de bitola. No ano seguinte quem mandou foi o rum e nos outros dois, México (2016) e Itália (2017) foram os países convidados. Em 2018 será a vez de Espanha estar em destaque, sendo que a propósito disso vão estar presentes, por exemplo, “alguns bartenders famosos”. No food court do evento não vão faltar tapas e outras referências gastronómicas espanholas.

No total vão estar presentes “cerca de 110/120 expositores” das mais variadas bebidas espirituosas e todos eles vão servir qualquer pessoa que pague os 30€ de bilhete (mesmo valor para assistir a um dia ou dois. Não há ingressos diários). Vão também existir várias masterclasses dedicadas ao mundo da mixologia e das bebidas alcoólicas, sendo que uma delas será dada por Erik Lorincz e a sua equipa do American Bar, em Londres, estabelecimento considerado pelo World’s 50 Best Bars como o melhor do mundo. Todas estas aulas são gratuitas e funcionam por ordem de chegada (daí ser importante chegar com tempo).

Na lista de convidados especiais já foram confirmados os seguintes nomes: Simone Corporale, uma das maiores referências mundiais na área e vencedor, em 2014, do título de International Bartender of the Year; Márcio Silva, o Bartender do Ano para a revista Veja ( e um dos proprietários do bar Guilhotina, em São Paulo); Fabio la Pietra, responsável pelo bar SubAstor, em São Paulo, e considerado um dos melhores bartenders do Brasil; François Monti, conceituado jornalista e escritor belga que se foca na área dos cocktails e bebidas espirituosas; Nelson de Matos, head bartender no Gusto by Heinz Beck, Conrad Algarve, considerado o ano passado o Melhor bar de Hotel, no Lisbon Bar Show; e ainda Tomás Estes, uma das figuras mais influentes do mundo na indústria da tequila, que foi nomeado pelo governo mexicano como embaixador desta bebida na a Europa.

Os chefs Leonel Pereira (São Gabriel, em Almancil, com uma estrela Michelin) e Alexandre Silva (Loco, em Lisboa, com uma estrela Michelin) também vão participar nas festividades, mas ainda não foi explicado aquilo que lá irão fazer. O mundo das cozinhas será ainda representado por Joe Best, o chef residente desde a primeira edição do LBS.

Por enquanto não há mais novidades por revelar, mas Alberto confidenciou que a 15 de março vão haver ser anunciados mais motivos para se visitar o Lisbon Bar Show.

Thank you Haut de Gamme @hdg_andrejalajh

A post shared by LOCO Restaurant (@locorestaurant) on

Lisbon Bar Show

Convento do Beato, Lisboa. 15 e 16 de maio de 2018, das 13h às 21h. Bilhetes já à venda no site: 23€ até dia 10 de Maio e 30€ à porta (preço para os dois dias de evento).

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: dlopes@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site