Victoria Beckham

Há uma modelo “demasiado magra” a promover os novos óculos de Victoria Beckham

Uma modelo "demasiado magra", segundo os fãs da ex-Spice Girl, numa campanha publicitária a uma das marcas de Victoria Beckham foi o suficiente para a envolver em mais uma polémica.

INSTAGRAM/@VICTORIABECKHAM

Autor
  • Ana Luísa Alves

A modelo lituana que protagoniza a nova campanha da marca de óculos de Victoria Beckham, a VBeyewear, chama-se Giedre Dukauskaite, veste umas roupas em tons pastel e é “demasiado magra” para muitos que têm deixado críticas aos anúncios da coleção primavera-verão da marca.

A foto para a campanha foi publicada na semana passada e esta não é a primeira vez que Victoria Beckham é acusada de “promover imagens de corpos pouco saudáveis” enquanto faz publicidade às marcas que detém, avança o New York Times.

Embora os óculos sejam um acessório que pode ser usado por todas as pessoas, independentemente do corpo e do peso que tenham, muitos fãs da empresária e ex-Spice Girl não estão contentes. As críticas feitas às fotos centram-se acima de tudo no aspeto “doente”, como classificam muitos internautas, da modelo. O jornalista inglês Piers Morgan aproveitou para dizer no Twitter: “Esta foto fez-me sentir doente, e vai ter outras consequências em muitas mulheres jovens”. Na coluna que escreve no jornal inglês Daily Mail, Morgan acrescentou que a campanha é “vergonhosa e hipócrita”.

Também a escritora inglesa Amanda Foreman escreve no Twitter que “uma modelo adolescente anorética é a cara da nova campanha da marca VBeyewear para a coleção de verão de 2018. Esta é a razão pela qual todos os estudos feitos nos meios de comunicação consideram a saúde mental das raparigas mais novas terrível”.

Mas as críticas não se ficam pelo Twitter. No post publicado pela criadora da marca de óculos de sol no Facebook é possível ler-se que “os nossos olhos nem sequer reparam nos óculos. A modelo é o foco. Magra demais! A Victoria Beckham devia ter vergonha de promover os distúrbios alimentares”, escreve uma internauta.

Noutro dos comentários, mas em defesa de Victoria Beckham, lê-se: “Algumas pessoas são apenas magras, não quer dizer que estejam a passar fome de propósito ou estejam doentes. Eu sou magra, faço exercício e sou mais saudável que muitas mulheres da minha idade.”

Comentários ao post de Facebook de Victoria Beckham

O New York Times adianta também que foi feito recentemente um estudo conjunto entre a universidade de Harvard e universidade Northeastern, cujos resultados foram publicados no Jornal Internacional de Distúrbio Alimentares (em inglês, International Journal of Eating Disorders), e que revela que cerca de 81% das modelos têm um índice de massa corporal abaixo dos 18,5, o que quer dizer que estão igualmente abaixo de um peso saudável.

Victoria Beckham, cujo peso também já foi criticado, disse ao jornal The Telegraph há cerca de três anos que “os diretores da campanha falaram com as agências de modelos e sabemos que todas as raparigas são saudáveis. Jovens e magras, mas não quer dizer que estejam doente”, avança o jornal Independent.

Esta última polémica acontece seis meses depois de o parlamento francês ter avançado com dois novos decretos de lei que visam proteger a saúde das modelos, prevenindo doenças como a anorexia. As modelos precisam, a partir de agora, de um médico que certifique que estão aptas para trabalhar.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site