Vitória de Setúbal

José Couceiro quer surpreender Sporting “mais forte e confiante desta época”

O treinador do Vitória de Setúbal disse estar consciente da missão "difícil" que a sua equipa vai ter sexta-feira na receção ao Sporting, mas referiu que podem surpreender o líder do campeonato.

RUI MINDERICO/LUSA

O treinador do Vitória de Setúbal disse esta quinta-feira estar consciente da missão “difícil” que a sua equipa vai ter sexta-feira na receção ao líder Sporting, na partida que abre a 19.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

“Em termos concretos, vamos defrontar a equipa que, para já, está em primeiro lugar no campeonato. É líder e ainda não perdeu. Além dos quatro primeiros classificados, só o Moreirense conseguiu empatar com o Sporting, que só perdeu com a Juventus e o FC Barcelona. É um Sporting muito forte, provavelmente é o mais forte e confiante desta época”, disse José Couceiro, em conferência de imprensa.

Apesar do poderio do adversário, que já fez várias contratações este mês, o técnico refere que o Vitória de Setúbal pode surpreender o conjunto ‘leonino’.

“Além disso, a equipa reforçou-se e tem mais possibilidade de ter bola com a entrada do Rúben Ribeiro. Sabemos que é um jogo difícil e em que as nossas possibilidades são menores do que as do adversário, mas temos as nossas probabilidades de podermos ter um resultado que nos agrade. Tudo iremos fazer para o conseguir”, frisou.

Numa equipa que não vence há nove jornadas no campeonato, mas, por outro lado, não perde há cinco jogos, José Couceiro considera que os seus atletas, “muitos deles a fazerem a época de estreia na I Liga”, têm agora uma oportunidade para mostrar o seu valor.

“As análises são muito levianas em relação a estes jovens que estão a dar os primeiros passos na I Liga. Agora têm a possibilidade de jogar contra uma grande equipa, alguns deles campeões da Europa e outros que já jogaram nos melhores campeonatos. É um desafio interessante e vamos tentar jogar bem, fazer um jogo bom, sabendo a capacidade do nosso opositor”, referiu.

O facto de o Vitória de Setúbal estar nos lugares de descida não terá, na opinião do treinador dos setubalenses, influência na dinâmica da equipa diante do atual líder do campeonato.

“Para este jogo não terá grande influência. Quando se joga contra equipas em que a diferença é tão grande não penso que seja um fator primordial. A motivação para estes jogos é sempre muito grande. Defrontar adversários deste nível, com esta capacidade e qualidade, há sempre uma motivação enorme. Neste caso, a nossa posição não é um ‘handicap’ para nós”, frisou.

Frente aos ‘leões’, José Couceiro continua sem contar com os lesionados Nenê Bonilha e Yannick Djaló e com o reforço Yohan Tavares, devido a “questões burocráticas”. Patrick, também a cargo do departamento médico, fica igualmente de fora.

José Semedo, Vasco Fernandes, Costinha e João Amaral estão em dúvida, sendo que apenas na sexta-feira, depois do treino ao final da manhã, Couceiro vai divulgar a convocatória para o embate com o Sporting.

O Vitória de Setúbal, 17.º classificado da I Liga de futebol, com 13 pontos, recebe o Sporting, que lidera com 46 pontos, mais um do que o FC Porto, que tem menos um jogo, no Estádio do Bonfim, em Setúbal, na sexta-feira, pelas 19h00 horas, em jogo da 19.ª jornada da I Liga.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site