Hollywood

Trump. Livro “Fire and Fury” vira série de TV

O polémico livro "Fire and Fury", sobre os bastidores da presidência Trump, vai ser transformado numa série de televisão, depois de já se ter tornado um best-seller nas livrarias.

ERIK S. LESSER/EPA

Autor
  • Ana Luísa Alves

Já muito aconteceu desde que Donald Trump tomou posse como Presidente dos Estados Unidos — e grande parte está documentado no mais recente bestseller de Michael Wolff, Fire and Fury. O sucesso do livro foi tanto que vai ser transformado numa série de televisão.

A notícia foi avançada pelo site The Hollywood Reporter, que diz também que a produção da série vai ficar a cargo do próprio escritor e da produtora Endeavor Content, embora ainda não seja conhecida a data de estreia ou dos atores que vão fazer parte do elenco.

Depois de saber que o livro vai ser adaptado para uma série televisiva, Donald Trump aproveitou o Twitter para ofender o escritor, Michael Wolff, e apelidou-o de “fracassado”.

“Fire and Fury: Inside the Trump White House” (“Fogo e Fúria: Dentro da Casa Branca de Trump”)” conta a história do primeiro ano de Donald Trump como Presidente dos Estados Unidos, tendo por base o acesso que o escritor teve à Casa Branca e de mais de 200 entrevistas feitas aqueles que durante um ano foram mais próximos do presidente.

O livro foi anunciado em novembro do ano passado, e causou polémica desde então. No início do ano um advogado de Donald Trump enviou uma carta à editora Henry Holt & Co e pediu que a publicação do livro fosse retirada. O pedido não foi atendido pela editora, e John Sargent, CEO da Macmillan, empresa-mãe da Holt defendeu a decisão da empresa de publicar o livro. O livro chegou, em pouco tempo, ao topo de vendas nos Estados Unidos.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Assédio Sexual

Legalizar o Harvey Weinstein nacional

José Maria Seabra Duque
114

Pelos vistos, é um abuso alguém pedir sexo em troca de favores, mas já não o é se for em troca de dinheiro. Defender a legalização da prostituição é defender os Harvey Weinstein nacionais.  

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site