Primeira Liga NOS

Daniel Ramos acredita ser “questão de tempo” Marítimo regressar às vitórias

O treinador do Marítimo acredita que é "uma questão de tempo" até a equipa regressar às vitórias. Os insulares deslocam-se este sábado a Vila do Conde, para defrontar o Rio Ave.

MANUEL ARAÚJO/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

O treinador do Marítimo, Daniel Ramos, disse esta sexta-feira que é uma “questão de tempo” até a equipa voltar aos triunfos, na véspera de defrontar o Rio Ave, para a 22.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Os madeirenses vivem um período conturbado, com cinco derrotas e dois empates nas últimas sete partidas do campeonato, e o técnico falou do estado anímico do plantel, após o desaire caseiro de 3-0 com o Portimonense, na passada segunda-feira.

“Muito tristes logo a seguir ao jogo. Ninguém quer estar nesta situação, mas, depois, um arregaçar de mangas. Vejo a equipa a tentar, a trabalhar. Por vezes, o jogo não retrata o que vai acontecendo na semana e a equipa está a responder bem. Acho que é uma questão tempo voltar às vitórias”, afirmou na conferência de imprensa de antevisão do encontro de sábado, em Vila do Conde.

A resposta positiva é um indicador, mas Daniel Ramos quer ver também competência e rigor por parte dos seus pupilos, para evitar alguns erros de posicionamento, o que considera ser um dos principais problemas. Em relação ao Rio Ave, o destaque do treinador ‘verde rubro’ vai para a “grande qualidade técnica” e a posse de bola vila-condense, por isso, pretende uma defesa segura sem bola e, quando a tiver, aproveitar bem as saídas para o ataque.

O conjunto de Miguel Cardoso também não vive dias fáceis, tendo sofrido nove golos nos últimos dois jogos (derrotas de 5-1 com o Benfica e 4-1 com o Portimonense), o que Daniel Ramos considera ser um “dado anormal”. “Não é normal o Rio Ave sofrer tantos golos, mas isso não é um problema nosso. Se nos for permitido aproveitar essa instabilidade no jogo, certamente que o vamos fazer”, comentou.

O Marítimo enfrenta o jogo em Vila do Conde com menos 48 horas de preparação do que o adversário, o que, contudo, não serve de desculpa, de acordo com Daniel Ramos. Uma das novidades na convocatória dos insulares será a estreia do último reforço no mercado de janeiro, o extremo argentino Jorge Correa.

“Um bom jogador tecnicamente, que traz irreverência e alguma criatividade à equipa. Tem um passado que diz que pode dar conta do recado. Está com vontade de ajudar e acho que é um elemento que vai aumentar a nossa qualidade até ao final da época”, falou Daniel Ramos sobre o novo jogador. O Marítimo, oitavo classificado, com 29 pontos, visita o Rio Ave, quinto, com 33, no sábado, pelas 16:00.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Rui Rio

Isto começou mal e vai acabar mal

Rui Ramos

O destino de Rui Rio não é ser oposição ao governo, mas ao próprio PSD. Foi sempre assim quando, no passado, o PSD foi posto na situação em que Rio o colocou, de subordinação ao PS.

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site