Futsal

Dois mestrados, sete licenciaturas e vários anos de conhecimento: a história (e o segredo) dos 14 campeões europeus

4.693

Conhecem-se há muitos anos, foram ou são companheiros de equipa e até os rivais se dão bem: a história dos 14 heróis nacionais que ganharam o Europeu de futsal, metade com licenciaturas ou mestrados.

André Sousa, à direita, nem parece acreditar mas o sonho tornou-se realidade: a taça de campeão europeu veio para Portugal

AFP/Getty Images

Aos 31 anos, é a ele que devemos o último salto do assento da bancada, da cadeira do café ou da almofada do sofá. Foi ele que, algures com a perna esquerda a deslizar no solo e o braço esquerdo a acompanhar, travou a derradeira tentativa da Espanha em levar a decisão do Campeonato da Europa para as grandes penalidades quando faltavam poucos segundos para o fim. Ele é André Sousa, um dos três guarda-redes da Seleção Nacional na Eslovénia.

Desde miúdo que o guardião sempre teve a bola como companheiro preferido, o que lhe valeu alguns raspanetes dos pais por causas das notas. Mas a verdade é que, quando era mais miúdo, e mesmo tendo apenas uma negativa em EVT no quinto ano, não achava muita piada aos estudos. Agora, e após uma entrada em falso no curso de Engenharia Civil, tem uma licenciatura em Ciências do Desporto, um mestrado em Educação Física (que, em vez de acabar com uma dissertação, o colocou na condição de professor do sétimo ano na Mealhada) e congelou, de forma momentânea, um segundo mestrado na Universidade da Beira Interior.

[Veja neste vídeo os 14 novos campeões europeus de futsal em acção]

Tudo por causa do futsal e dos treinos que ocupam muito mais tempo agora no Sporting do que noutros clubes. Olhando para o currículo, esse sacrifício vale a pena: dois Campeonatos, duas Taças de Portugal, duas Supertaça e duas Taças da Liga em quatro temporadas onde teve algumas lesões. Isso e, agora, o título de campeão europeu de seleções e um lugar na história do país.

Até 2008, André Sousa dava os primeiros passos na carreira pela Académica, clube onde fez a formação e esteve nos primeiros anos de sénior antes de se mudar para o Instituto D. João V (onde foi orientado pelo atual treinador, Nuno Dias). Foi aí que conheceu melhor Pedro Cary, com quem conquistou o Campeonato do Mundo Universitário na Eslovénia. Hoje, dez anos depois, jogam juntos no mesmo clube e acabam de ganhar o Europeu de futsal. Mas o trajeto até se cruzarem no Sporting, a partir de 2014, não teve mesmo nada a ver.

[Veja neste vídeo do jornal espanhol Marca como Ricardinho sofreu no banco até a final acabar]

Depois de três anos no Instituto D. João V, o guarda-redes esteve um ano na Académica, outro no Operário dos Açores, destacou-se durante uma época e meia no Fundão e rumou a Alvalade, em 2014. Já Pedro Cary, dois anos mais velho, tinha outras vivências quando ganhou esse Mundial Universitário: desportista polivalente que tão depressa brilhava no ténis (que aprendeu com cinco anos, porque o pai tem uma academia onde já chegou a dar aulas) como nos trampolins, optou pelo futsal em vez do futebol e esteve no Louletano, no SL Falcões e no Benfica de Loulé até fazer a estreia como sénior. Em 2004, mudou-se para o JD Fontaínhas e foi aí que iniciou a licenciatura em Educação Física no Instituto Dom Afonso III, com dois semestres de Erasmus no Brasil e em Espanha (onde jogou no Melilla FS); entre 2007 e 2010, fez parte das melhores equipas do Belenenses, antes de rumar ao Sporting. Soma cinco Campeonatos, quatro Taças de Portugal, quatro Supertaças e uma Taça da Liga.

A história de André Sousa, de Pedro Cary e de André Sousa com Pedro Cary, dois dos jogadores que vingaram na Eslovénia a derrota na final do Campeonato da Europa de 2010 com a Espanha a par de Bebé e João Matos, é um fiel retrato da história dos 14 jogadores que conseguiram o que nenhuma equipa antes tinha conseguido: conquistar uma grande competição internacional para Portugal. Por um lado, existe toda uma “segunda vida” após a carreira que vai sendo preparada por cada um, seja com estudos, seja com outro tipo de garantias; por outro, uma união que nasceu não só de todo o trabalho no estágio pré-Europeu em Rio Maior mas também do conhecimento entre todos há vários anos.

Além de André Sousa e Cary, também André Coelho tem um mestrado em Engenharia Civil; Nilson licenciou-se em Gestão de Recursos Humanos; e Bebé, Tiago Brito e Tunha têm todos formação em Educação Física. Estudos à parte, Bebé, Pany Varela e Ricardinho conquistaram a UEFA Futsal Cup em 2010 pelo Benfica, sendo que o guarda-redes começou depois a trabalhar com o companheiro de Seleção Vítor Hugo; Tiago Brito fez um Mundial Universitário com André Sousa (2012, Braga) antes de passar alguns anos na mesma equipa de André Coelho e Fábio Cecílio (primeiro o Sp. Braga, depois o Benfica); João Matos, que fez toda a carreira como sénior no Sporting, trabalha de forma diária com André Sousa e Pedro Cary há quatro e oito anos.

Jorge Braz, o selecionador, conseguiu promover um ambiente de união e entreajuda entre os jogadores que fez o resto: no final do encontro com a Espanha, em que apontou os dois golos decisivos, Bruno Coelho, capitão do Benfica, deu o primeiro abraço da festa a João Matos, capitão do Sporting. Os dérbis no futsal podem ser tão ou mais acesos do que no futebol, mas ali eram todos do mesmo e foi isso também que conduziu a Seleção ao sucesso: qualidade individual à parte, e é muita, foi o coletivo que se superiorizou a todos os adversários.

Assim, e para ficar para sempre guardado, este é o BI dos 14 jogadores portugueses que conquistaram pela primeira vez pela Seleção Nacional o Campeonato da Europa de futsal:

1. Euclides Gomes Vaz (Bebé)
Idade:
34 anos (Lisboa)
Clube: Leões de Porto Salvo
Títulos: 1 Europeu de seleções, 1 UEFA Futsal Cup, 7 Campeonatos, 6 Taças de Portugal e 8 Supertaças
Clubes que representou: Os Económicos, Castelo, Sporting, Benfica e LP Salvo

2. André Henriques Nunes Coelho
Idade:
24 anos (Viseu)
Clube: Benfica
Títulos: 1 Europeu de seleções e 1 Taça da Liga
Clubes que representou: ABC Nelas, Sp. Braga e Benfica

3. Carlos Jorge Fortes Magalhães Medina Vasconcelos (Tunha)
Idade: 33 anos (Lisboa)
Clube: Belenenses
Títulos: 1 Europeu de seleções
Clubes que representou: Ereira, Os Torpedos, Ismailitas, Sacavenense, SL Olivais, LP Salvo, Fundão e Belenenses

4. Nilson Santos Varela Miguel
Idade: 25 anos (Angola)
Clube: Sp. Braga/AAUM
Títulos: 1 Europeu de seleções
Clubes que representou: Sporting (formação), Portela e Sp. Braga

5. Fábio Miguel Valadares Cecílio
Idade: 24 anos (Tabuaço)
Clube: Benfica
Títulos: 1 Europeu de seleções, 1 Taça de Portugal, 1 Taça da Liga e 2 Supertaças
Clubes que representou: AJAB Tabuaço, Sp. Braga e Benfica

6. Pedro Miguel Fangueiro São Payo Cary
Idade: 33 anos (Faro)
Clube: Sporting
Títulos: 1 Europeu de seleções, 5 Campeonatos, 4 Taças de Portugal, 1 Taça da Liga e 4 Supertaças
Clubes que representou: Louletano, SL Falcões, Benfica de Loulé (formação), Benfica de Loulé, JD Fontaínhas, Melilla FS (Espanha), Belenenses e Sporting

7. Bruno Alexandre Dias Coelho
Idade: 30 anos (Lisboa)
Clube: Benfica
Títulos: 1 Europeu de seleções, 2 Campeonatos, 3 Taças de Portugal, 1 Taça da Liga e 4 Supertaças
Clubes que representou: JOMA (formação), Vila Verde, Vit. Olivais, Belenenses e Benfica

8. Joaquim Márcio Gonçalves Moreira
Idade: 27 anos (Matosinhos)
Clube: Fundão
Títulos: 1 Europeu de seleções
Clubes que representou: Freixieiro (formação), Freixieiro, Farlab, Póvoa Futsal, Rio Ave, Módicus e Fundão

9. João Nuno Alves Matos
Idade: 30 anos (Lisboa)
Clube: Sporting
Títulos: 1 Europeu de seleções, 7 Campeonatos, 5 Taças de Portugal, 2 Taças da Liga e 5 Supertaças
Clubes que representou: Clube de Carnaxide, Sporting (formação) e Sporting

10. Ricardo Filipe da Silva Duarte Braga (Ricardinho)
Idade: 32 anos (Gondomar)
Clube: Inter Movistar (Espanha)
Títulos: 1 Europeu de seleções, 2 UEFA Futsal Cup, 5 Campeonatos de Portugal, 4 Taças de Portugal, 3 Supertaças de Portugal, 2 Campeonatos do Japão, 2 Arena Cup, 4 Campeonatos de Espanha, 4 Taças de Espanha e duas Supertaças de Espanha
Clubes que representou: Gramidense, Miramar (formação), Miramar, Benfica, Nagoya Oceans (Japão), CSKA Moscovo (Rússia) e Inter Movistar (Espanha)

[Veja no vídeo 5 das melhores jogadas de Ricardinho, 5 vezes eleito melhor do mundo]

11. Anilton César Varela Silva (Pany)
Idade: 28 anos (Cabo Verde)
Clube: Sporting
Títulos: 1 Europeu de seleções, 1 UEFA Futsal Cup, 3 Campeonatos, 3 Taças de Portugal, 1 Taça da Liga e 3 Supertaças
Clubes que representou: Forte da Casa, Benfica (formação), Benfica, Belenenses, SL Olivais, Fundão e Sporting

12. André Melo Bandeira Almeida Sousa
Idade: 31 anos (Coimbra)
Clube: Sporting
Títulos: 1 Europeu de seleções, 2 Campeonatos, 2 Taças de Portugal, 2 Taças da Liga e 2 Supertaças
Clubes que representou: Académica (formação), Académica, Instituto D. João V, Operário, Fundão e Sporting

13. Tiago Filipe Alves Brito
Idade: 26 anos (Matosinhos)
Clube: Benfica
Títulos: 1 Europeu de seleções e 1 Taça da Liga
Clubes que representou: Freixieiro (formação), Freixieiro, Novaya Generatsiya (Rússia), Sp. Braga e Benfica

14. Vítor Hugo Fernandes Moreira
Idade: 35 anos (Porto)
Clube: Sp. Braga
Títulos: 1 Europeu de seleções, 1 Campeonato, 1 Taça de Portugal e 1 Supertaça
Clubes que representou: Boavista, FJ Antunes, Benfica, Rio Ave e Sp. Braga

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: broseiro@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site