Angola

Dois mortos e um desaparecido em consequência de fortes chuvas em Luanda

104

As fortes chuvas que atingiram Luanda entre a noite passada e esta madrugada fizeram dois mortos e um desaparecido. 2.200 casas ficaram totalmente inundadas.

DENNIS M. SABANGAN/EPA

Autor
  • Agência Lusa

As fortes chuvas que caíram sobre Luanda entre a noite de terça-feira e a madrugada desta quarta-feira provocaram pelo menos dois mortos, estando um outro cidadão desaparecido, além de inundações em 2.200 casas.

A informação foi avançada esta quarta-feira à agência Lusa pelo porta-voz do comando provincial de Luanda do Serviço Nacional de Proteção Civil e Bombeiros, Faustino Minguêns, dando conta que o balanço ainda provisório aponta igualmente para 11 famílias que ficaram desabrigadas, devido à chuva.

Além das inundações em 2.200 residências, em toda a província de Luanda, os bombeiros contabilizaram quatro centros médicos igualmente inundados, todos no distrito urbano do Zango, município de Viana, arredores da capital.

Na mesma zona de Viana há registo de várias bacias de retenção de água que transbordaram, provocando inundações de vias.

Além de duas vítimas mortais em consequência das fortes chuvas, uma criança e um adulto, os bombeiros procuram ainda uma terceira pessoa, adulto, que terá sido arrastado pelas enxurradas, precisou Faustino Minguêns.

No centro de Luanda, em vários distritos do município capital, pelo menos quatro viaturas ficaram ainda destruídas devido à queda de árvores.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site