1. 2016, um ano de arromba no desporto (em imagens)
    29 Dezembro 2016
    Do Europeu até ao Europeu, passando pelo Europeu. É mais ou menos isto. Vá, pelo meio, um ou outro "detalhe" desportivo como o bronze de Telma nos Jogos e o tri do Benfica. O desporto em 2016.
    Utilize as setas do teclado
    Rui Miguel Tovar
  2. 15 maio
    Jonas, o abono do tri

    Com a vitória sobre o Nacional na última jornada, o Benfica celebra o tri pela sexta vez na sua história (o recorde europeu é sete, do Rangers). O seu maior abono de família é Jonas, o primeiro brasileiro a sagrar-se melhor marcador do campeonato pelo Benfica. E o quarto estrangeiro, após Vata, Magnusson e Cardozo

    Foto: PATRICIA DE MELO MOREIRA/AFP/Getty Images
  3. 22 maio
    Marafona, o rei do Jamor

    Um só jogo, basta-lhe um. Falamos de Marafona, o guarda-redes do Braga, contratado ao Paços de Ferreira em janeiro. Titular na final da Taça de Portugal vs Porto, o homem que dá o nome de Diego ao filho (Diego Marafona, get it?) defende os penáltis de Herrera e Maxi para garantir o título ao Braga, 50 anos depois

    Foto: EPA
  4. 28 maio
    Ronaldo no topo

    Quem marca o penálti decisivo na final da Liga dos Campeões? Quem é o capitão da seleção nacional no Euro? Quem ganha a Bola de Ouro? Quem acaba com a invencibilidade do Barça? Quem decide a final do Mundial de clubes? Quem... Já chega, não? Tudo é Cristiano Ronaldo, o campeão incontestável de 2016

    Foto: Getty Images
  5. 19 junho
    LeBron, o mais guerreiro de todos

    41-7 41-11 27-11. "Qué" isto, a lotaria de fim de ano? Not a chance. É o senhor LeBron James no seu melhor, em pontos-assistências nos últimos três jogos das finais da NBA, quando os Cleveland Cavaliers contrariam a lógica e viram o 3-1 dos campeões em título, os Golden State Warriors. Mágico

    Foto: Getty Images
  6. 10 julho
    Uh la la, c'est Éder

    Há algo de mágico na seleção. Raphaël Guerreiro é titular e faz anos a 22 Dezembro. José Fonte idem idem. Éder aspas aspas? Nãããã, Éder faz anos a 22 Dezembro, sim, só que é suplente. Quando Santos o faz entrar por Renato na final do Euro, é o fim da picada. Para a França, claro. É de Éder o remate glorioso do 1-0

    Foto: Getty Images
  7. 10 julho
    Santos da casa, milagres etc e tal

    Alguns (muitos, vá) gestos de afastar a gravata do pescoço num gesto muito seu. É caso para tal, com três empates na fase de grupos: Islândia 1-1, Áustria 0-0 e Hungria 3-3. Segue-se a fase a eliminar e aí somos os maiores vs Croácia, Polónia, Gales e França. A Europa é nossa, com o mestre Santos à cabeça

    Foto: Getty Images
  8. 5 agosto
    Aquele abraço

    O final da cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos do Rio, com o atleta Vanderlei de Lima a acender a pira. Vanderlei foi o maratonista que em Atenas 2004 foi abalroado por um homem durante a maratona. Acabou no terceiro lugar. A cerimónia no Maracanã teve História, música, Gisele e sambistas.

    Foto: EMMANUEL DUNAND/AFP/Getty Images
  9. 8 agosto
    Telma, a bronzeada

    É só o quarto dia dos Jogos e, de repente, a bandeira de Portugal está hasteada. Uauuuu. Cortesia Telma Monteiro, bronze no judo -57 kg. Na hora da verdade, a portuguesa derruba a francesa Pavia e depois a romena Caprioriu para arrebatar em definitivo o terceiro lugar. É a nossa primeira (e única) alegria olímpica

    Foto: Getty Images
  10. 11 agosto
    Phelps, o maior da aldeia?

    Seis tostas, cereais, dois cafés e doces: eis o pequeno-almoço de Phelps, o primeiro nadador a vencer a mesma prova (200m estilos) em três Jogos seguidos. É o rei? Sim. Outra vez? Yup. E é o maior da aldeia? No way. O personagem mais famoso da sua terra (Towson, Maryland) é Elaine Benes, do Seinfeld

    Foto: BERND THISSEN/EPA
  11. 15 agosto
    Smiiiile, you're in candid camera

    É a noite da final dos 100 metros dos Jogos Olímpicos e o desafio é escrever o seu nome desde o início ao fim da corrida. Vamos lá então: Usain Bolt Usain Bolt U... Acaba aqui. Como se isso fosse pouco, Bolt é tricampeão olímpico dos 100m, 200m e 4x100m em pouco mais de três minutos: nove ouros em 188,74 segundos

    Foto: Getty Images
  12. 16 agosto
    Biles, a mais alta no pódio

    Simone Biles nasce a 14 Março 1997, dia de dois acontecimentos futebolísticos sui generis: 2-1 do Sporting nas Antas e 4-3 do Salgueiros na Luz. Quase 20 anos depois, Biles revela-se como campeã olímpica mais baixa de sempre (1,42 m) e ganha quatro ouros. Tantos quantos Portugal em toda a história dos Jogos

    Foto: AFP/Getty Images
  13. 3 novembro
    Chicago Cubs, fim à maldição

    Cubs ou Indians? É a final mais romântica de sempre no basebol dos EUA: um não ganha desde 1908, o outro desde 1948. Quando os Indians abrem vantagem de 3-1, os Cubs reagem e celebram o título com 8-7 no prolongamento do 7.º e último jogo. Bill Murray, adepto dos Cubs, adoraria que este fosse o dia da marmota

    Foto: Getty Images
  14. 2 dezembro
    Nico Rosberg: o campeão sai das pistas

    Cinco dias depois de se sagrar campeão de Fórmula 1, o piloto alemão anunciou o fim da carreira. “Escalei a minha montanha, estou no topo, portanto sinto que é a decisão certa”, escreveu no Facebook. Nico Rosberg tem 31 anos

    Foto: SRDJAN SUKI/EPA

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site