Logo Observador

O CEO do Snapchat “não era fixe”. Mas aos 26 anos vale 5,4 mil milhões

04 Março 2017148

Após o sucesso da entrada em bolsa do Snap, a fortuna dos fundadores do Snapchat subiu 44,6%. Evan Spiegel já é o único multimilionário com menos de 30 anos a liderar uma empresa cotada.

Era o IPO (entrada de uma empresa em bolsa) mais esperado de 2017 e o resultado não podia ter sido mais animador para Evan Spiegel, 26 anos, e Bobby Murphy, 28, que detêm, cada um 18% do capital social da empresa. Os fundadores do Snapchat viram a rede social que criaram enquanto estudavam na Universidade de Stanford a disparar cerca de 44% no dia em que as ações se estrearam na bolsa nova-iorquina. Spiegel tornou-se assim no único multimilionário com menos de 30 anos a liderar uma empresa cotada, a nível mundial.

Em Wall Street, na quinta-feira, o dia começou com o Snap a ser transacionado a 17 dólares por ação e terminou com o valor dos títulos a tocar os 24,48 dólares. Na sexta-feira, a cotação da ação superou os 27 dólares e o valor de mercado da empresa já ultrapassa os 31 mil milhões (29,5 mil milhões de euros). Evan Spiegel e Bobby Murphy viram a avaliação da sua fortuna pessoal crescer 44,6% para 5,44 mil milhões de dólares (5,17 mil milhões de euros) cada. Subiram 150 lugares no ranking da Bloomberg sobre as 500 pessoas mais ricas do mundo. São ambos sub-30. Bobby Murphy licenciou-se em Matémática e Ciências Computacionais. Spiegel nunca chegou a terminar os estudos na Universidade de Stanford.

Mas à cabeça da operação, que era “de loucos” mas que se transformou, por enquanto, num “sucesso”, está mesmo o californiano. Evan Spiegel, 26 anos, noivo da modelo australiana (e um dos anjos da Victoria’s Secret) Miranda Kerr, de 33 anos, apareceu pela primeira vez na lista dos multimilionários da Forbes em março de 2015, com uma fortuna pessoal avaliada em 1,5 mil milhões de dólares (1,4 mil milhões de euros). Dois anos depois, a fortuna de Spiegel é quatro vezes maior. Numa conferência em Stanford, disse que tinha sido tudo uma questão de sorte. “Sou um homem jovem, branco e educado. Tive muita, muita sorte. A vida não é justa”, recupera a Business Insider.

Evan Spiegel, 26 anos, noivo da modelo australiana (e um dos anjos da Victoria's Secret) Miranda Kerr, de 33 anos, apareceu pela primeira vez na lista dos multimilionários da Forbes em março de 2015

Depois de o IPO de quinta-feira ter superado as expectativas, Spiegel mandou um email aos cerca de 2000 empregados do Snap, dizendo-lhes que “ainda tinham muito trabalho pela frente”. Ao Los Angeles Times – região onde tem a sede da startup que lançou em 2011 -, o fundador da rede social que se especializou em fazer desaparecer momentos – os snaps, que podem ser fotografias ou vídeos, só duram 24 horas, depois apagam-se – disse que nem sequer sabia dizer como se sentia. “É excitante”, acabou por revelar.

É uma “loucura”, mas o Snapchat vai mesmo para a bolsa. E vale 20 mil milhões

“Construímos o nosso negócio com base na criatividade. E agora vamos ter de avançar com um processo educativo, nos próximos cinco anos, para explicar às pessoas como é que os nossos utilizadores e a sua criatividade podem criar valor”, afirmou o líder da rede social que conta com 158 milhões de utilizadores diários ativos (que mandam 2,5 mil milhões de snaps diários). Cerca de 68 milhões destes utilizadores estão nos EUA e 85% tem menos de 35 anos. É a rede social sensação dos millennials.

Com apenas dois anos de receitas conhecidas – dada a curta existência da app – investir na casa mãe do Snapchat, o Snap, parecia uma loucura, mas o que é certo é que a procura pelas ações da empresa foi 12 vezes maior do que a oferta, com alguns investidores a conseguirem investir apenas 2% do que queriam, segundo a CNBC. A justificação? “Falar com recurso a imagens e e criando memórias é universalmente atraente”, disse Spiegel, acrescentando que há cinco anos percebeu que as câmaras dos telemóveis podiam ser utilizadas para mais do que capturar memórias. “Mostrámos que podiam ser utilizadas para conversarmos. O nosso sonho é expandirmos as câmaras e perceber o que podem fazer pela nossa vida”, afirmou.

Evan Spiegel, 26 anos, está noivo da modelo australiana Miranda Kerr, de 33 anos. Conheceram-se em 2014, numa festa da Louis Vuitton

A vida “fabulosa” do multimilionário Evan Spiegel

Spiegel comprou um Ferrari logo depois de ter fechado a ronda de investimento em capital de risco que avaliou o Snapchat em cerca de 20 mil milhões de dólares (18,9 mil milhões de euros) em 2015. Também pousou para a capa da revista Vogue italiana. E consta que antes de namorar com a modelo Miranda Kerr se envolveu com a estrela pop Taylor Swift, depois de se conhecerem numa festa de Ano Novo, em 2013. Mas quem é o multimilionário que faz outro multimilionário, Mark Zuckerger, roer-se de inveja? (Em 2013, o Facebook ofereceu 3 mil milhões (2,85 mil milhões de euros) de dólares pelo Snapchat, mas ao contrário do que esperava, Spiegel recusou a oferta).

A família do líder do Snap era presença regular nos clubes mais prestigiados da zona, viajava de helicóptero para praticar snowboard no Canadá e visitava frequentemente a Europa

Evan Spiegel cresceu em Los Angeles e é o filho mais velho de dois advogados, que se divorciaram quando o agora multimilionário estava no Ensino Secundário. A família do líder do Snap era presença regular nos clubes mais prestigiados da zona, viajava de helicóptero para praticar snowboard no Canadá e visitava frequentemente a Europa. Nascido e criado em berço de classe alta, estudou num colégio ultra-exclusivo em Santa Monica, o Crossroads, cujas propinas custam milhares de dólares por ano e por onde passaram outros nomes conhecidos, como o de Sean Rad, fundador do Tinder, ou o da atriz Gwyneth Paltrow.

Quando fez 16 anos, os pais ofereceram-lhe um Cadillac Escalade, mas mais tarde pediu-lhes um BMW 550i, porque queria um carro mais eficiente. “Os carros trazem-me alegria”, disse na carta escrita à família, recuperada agora pelo LA Times. Acabou por ir estudar Design de Produto na Universidade de Stanford, mas desistiu na reta final para poder dedicar-se em exclusivo ao desenvolvimento do Snapchat com dois colegas e amigos da residência Kappa Sigm a que pertenciam: Reggie Brown e Bobby Murphy. O primeiro acabaria por sair da empresa e por processar Evan Spiegel. Chegaram a acordo em setembro de 2014, mas os pormenores não foram revelados na altura. Sabe-se agora que Snapchat pagou $157,5 milhões de dólares (149,6 milhões de euros) a Reggie para se calar.

Quando fez 16 anos, os pais ofereceram-lhe um Cadillac Escalade, mas mais tarde pediu-lhes um BMW 550i, porque queria um carro mais eficiente

O Snapchat, que começou por se chamar Picaboo, continuou nas mãos de Spiegel e de Bobby Murphy. “Nós não éramos fixes e, por isso, quisemos construir coisas fixes”, disse Spiegel, mais tarde, em entrevista à Forbes. “Fixe” ou não”, os emails que trocava em 2009 e em 2010 – e que vieram a público em 2014 – levam a crer que de santo Spiegel não tinha nada. Nos emails havia vários detalhes sobre os hábitos de vida do presidente do Snapchat, como o consumo de drogas ilegais, bebidas alcoólicas e comportamentos misóginos, como urinar em cima de uma mulher depois de terem relações sexuais ou assediar raparigas que considerava estarem com peso a mais.

O multimilionário desculpou-se mais tarde, afirmando que estava “obviamente mortificado e envergonhado com os emails idiotas” que tinham vindo a público e explicando que “não tinha desculpa” para tal comportamento. Mas as desculpas não fizeram com que o episódio caísse no esquecimento, tendo sido recuperado por diversos críticos antes da entrada em bolsa do Snap. “Fui um idiota por ter escrito aquilo”, disse na altura.

O Snapchat foi desenvolvido na casa do pai de Evan Spiegel, de onde o agora multimilionário só saiu em novembro de 2014, quando tinha 24 anos e pouco tempo antes de receber a oferta milionária de Mark Zuckerberg, no valor de 3 mil milhões de dólares. Pode ter saído tarde da casa do pai, mas quando saiu, saiu para uma casa de três assoalhadas, que comprou por cerca de 3,3 milhões de dólares (3,1 milhões de euros), segundo a Forbes. Foi nesta altura que começou a ficar conhecido na comunidade tecnológica e a ser visto ao lado de celebridades como George Lucas. E outubro de 2015, fez a capa da Vogue italiana.

Começou a namorar com Miranda Kerr meses depois de se terem conhecido num jantar da marca Louis Vuitton. Quase um ano depois, o casal comprou uma casa que já tinha pertencido a Harrison Ford por 12 milhões de dólares

No verão desse ano começou a namorar com Miranda Kerr, meses depois de se terem conhecido num jantar da marca Louis Vuitton. Quase um ano depois, o casal comprou uma casa que já tinha pertencido a Harrison Ford por 12 milhões de dólares. Em julho de 2016, chegou o anúncio do casamento com a modelo que já tem um filho do ator britânico Orlando Bloom, de quem se separou em 2013.

O futuro da app que derreteu o coração de Wall Street está para sempre nas mãos de Evan Spiegel e de Bobby Murphy. O Snap é a primeira empresa norte-americana a não conceder direitos de voto a quem comprar ações, ficando as tomadas de decisão inteiramente nas mãos dos dois cofundadores que, juntos, detêm controlo sobre 88,5% do poder de voto da empresa. E nem a morte ou o facto de serem despedidos pelo conselho de administração pode mudar isso. A cláusula provocou alguma fúria entre os investidores institucionais, mas não impediu que houvesse uma correria pelas ações que têm em Mark Zuckerberg o grande concorrente.

O Facebook conta com cerca de 1,8 mil milhões de utilizadores mensais ativos e detém, igualmente, a rede social de partilha de imagens Instagram e a app de troca de mensagens Whatsapp, que têm vindo a lançar funcionalidades que replicam o que faz o Snapchat. Mas nem isso pareceu assustar os investidores deste IPO. As estimativas da Bloomberg apontam para que as vendas do Snap cresçam anualmente 50% até 2020 – em 2016, o volume de negócios da startup atingiu 404,5 milhões de dólares(384,3 milhões de euros), sete vezes o valor de 2015 (58,7 milhões de dólares) – e que no próximo ano mais do que dupliquem para perto de mil milhões de dólares. E a fortuna de Spiegel, quanto é que vai crescer?

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: apimentel@observador.pt
Global Shapers

ForM@r para o crescimento azul

Rui Esteves

Várias entidades têm visto no sucesso do empreendedorismo nacional, aliado à necessidade de inovação e modernização da Economia do Mar, o mote para diversas iniciativas para cativar interesse