Explicador

Mais rápidos, mais largos, mais fortes: a nova Fórmula 1

Março 201725 Março 2017
Bruno Roseiro

Quantas equipas temos e quem são os pilotos?

Pergunta 1 de 10

Este será à partida um campeonato sui generis porque o campeão, o finalmente campeão Nico Rosberg, abandonou a Fórmula 1 e deixou a coroa à mercê de quem a consiga apanhar (não acontecia desde Prost em 1994). Para o seu lugar, a super dominadora Mercedes decidiu recrutar o finlandês Valtteri Bottas, que estava na Williams. Que por sua vez ocupou o lugar vazio com um dois em um: conseguiu aguentar o brasileiro Felipe Massa mais um ano e encontrou espaço para o canadiano Lance Stroll.

Com Red Bull e Ferrari, as principais ameaças ao domínio da Mercedes, a manterem as duplas de pilotos, a McLaren promoveu o piloto de testes Stoffel Vandoorne para fazer equipa com o espanhol Fernando Alonso, após a saída de Jenson Button para uma espécie de ano sabático. Como se viu nos treinos, a diferença entre ambos é grande.

Todas as restantes trocas, e ainda foram algumas nas escuderias de meio da tabela para baixo, funcionaram como um efeito dominó: um sai, outro entra, aquele substituiu. No roda-bota-fora do mercado, caíram também da Fórmula 1 Esteban Gutiérrez e Felipe Nasr.

Mercedes

Em equipa que ganha teve de se mexer, mas as alterações tiveram tanto de forçadas (troca de Nico Rosberg, que saiu da Fórmula 1, por Valtteri Bottas) como de boas: o novo carro das Flechas de Prata provou nos primeiros testes de pré-temporada que tem todas as condições para continuar a dominar e Lewis Hamilton parte como claro favorito ao título.
Sede: Brackley (Inglaterra)
Ano de entrada: 1970
Títulos de construtores: 3
Vitórias: 55
Pole Positions: 65
Voltas mais rápidas: 38
Chefe de equipa: Toto Wolff
Chefe técnico: James Allison

Lewis Hamilton #44

Idade: 32 anos
Nacionalidade: Inglaterra (Stevenage)
Estreia: GP Austrália de 2007
Títulos de campeão: 3 (2008, 2014 e 2015)
Número de GP: 188
Vitórias: 53
Pódios: 104
Pole positions: 61
Voltas mais rápidas: 31
Anteriores equipas: McLaren (2007-2012) e Mercedes (a partir de 2013)
Em 2016: 2.º lugar pela Mercedes (380 pontos)

Valtteri Bottas #77

Idade: 27 anos
Nacionalidade: Finlândia (Nastola)
Estreia: GP Austrália de 2013
Títulos de campeão: 0
Número de GP: 78
Vitórias: 0
Pódios: 9
Pole positions: 0
Voltas mais rápidas: 1
Anteriores equipas: Williams (2013-2016)
Em 2016: 8.º lugar pela Williams (85 pontos)

Red Bull

A Red Bull tem tentado reduzir a diferença para a Mercedes aos poucos, com dois dos mais talentosos pilotos do circuito: Daniel Ricciardo e o polémico Max Verstappen. Em 2016, foi mesmo a única escuderia capaz de ganhar corridas (duas) ao campeão de construtores. Agora, tentará aumentar o nível até porque tem a Ferrari a ganhar terreno com os mais batidos Vettel e Raikkonen.
Sede: Milton Keynes (Inglaterra)
Ano de entrada: 1997
Títulos de construtores: 4
Vitórias: 52
Pole Positions: 58
Voltas mais rápidas: 52
Chefe de equipa: Christian Horner
Chefe técnico: Adrian Newey

Daniel Ricciardo #3

Idade: 27 anos
Nacionalidade: Austrália (Perth)
Estreia: GP Inglaterra de 2011
Títulos de campeão: 0
Número de GP: 109
Vitórias: 4
Pódios: 18
Pole positions: 1
Voltas mais rápidas: 8
Anteriores equipas: HRT Formula 1 Team (2011), Toro Rosso (2012-2013), Infiniti Red Bull Racing (2014-2015) e Red Bull (a partir de 2016)
Em 2016: 3.º lugar pela Red Bull (256 pontos)

Max Verstappen #33

Idade: 19 anos
Nacionalidade: Holanda (Hasselt)
Estreia: GP Austrália de 2015
Títulos de campeão: 0
Número de GP: 40
Vitórias: 1
Pódios: 7
Pole positions: 0
Voltas mais rápidas: 1
Anteriores equipas: Toro Rosso (2015-2016) e Red Bull (a partir de 2016)
Em 2016: 5.º lugar pela Red Bull (204 pontos)

Ferrari

É a única equipa com dois campeões do mundo (que por acaso até se dão bem, o que dá jeito a qualquer grupo), mas continua a tentar diminuir o fosso para quem está na frente (agora a Mercedes, depois da hegemonia da Red Bull). Raikkonen já não deve ir a tempo de lutar por mais um Mundial, mas Vettel, apesar de alguma inconstância, deixou algumas indicações que quer andar colado a Hamilton.
Sede: Maranello (Itália)
Ano de entrada: 1950
Títulos de construtores: 16
Vitórias: 225
Pole positions: 201
Voltas mais rápidas: 236
Chefe de equipa: Maurizio Arrivabene
Chefe técnico: Mattia Binotto

Sebastian Vettel #5

Idade: 29 anos
Nacionalidade: Alemanha (Heppenheim)
Estreia: GP Estados Unidos de 2007
Títulos de campeão: 4
Números de GP: 179
Vitórias: 42
Pódios: 86
Pole positions: 46
Voltas mais rápidas: 28
Anteriores equipas: Sauber (2007), Toro Rosso (2007-2008), Red Bull (2009-2014) e Ferrari (a partir de 2015)
Em 2016: 4.º lugar pela Ferrari (212 pontos)

Kimi Raikkonen #7

Idade: 37 anos
Nacionalidade: Finlândia (Espoo)
Estreia: GP Austrália de 2001
Títulos de campeão: 1
Números de GP: 253
Vitórias: 20
Pódios: 84
Pole positions: 16
Voltas mais rápidas: 43
Anteriores equipas: Sauber (2001), McLaren Mercedes (2002-2006), Ferrari (2007-2009), Lotus (2012-2013) e Ferrari (a partir de 2014)
Em 2016: 6.º lugar pela Ferrari (186 pontos)

Force India

Se no ano passado a Force India deu nas vistas pelos bons resultados, este ano começou a destacar-se… pela indumentária: será a primeira equipa da Fórmula 1 a apresentar um carro rosa. As últimas dez corridas de 2016 deixaram a ideia de que Sergio Pérez pode ir ainda um pouco mais longe em termos de classificação (foi sempre top-10), ficando ainda assim a dúvida de como vai reagir a equipa depois da saída de Nico Hulkenberg.
Sede: Silverstone (Inglaterra)
Ano de entrada: 1991
Títulos de construtores: 0
Vitórias: 0 (uma vez 2.º lugar)
Pole positions: 1
Voltas mais rápidas: 4
Chefe de equipa: Vijay Mallya
Chefe técnico: Andrew Green

Sergio Pérez #11

Idade: 27 anos
Nacionalidade: México (Guadalajara)
Estreia: GP Estados Unidos de 2011
Títulos de campeão: 0
Números de GP: 117
Vitórias: 0
Pódios: 7
Pole positions: 0
Voltas mais rápidas: 3
Anteriores equipas: Sauber (2011-2012), McLaren Mercedes (2013) e Force India (a partir de 2014)
Em 2016: 7.º lugar pela Force India (101 pontos)

Esteban Ocon #31

Idade: 20 anos
Nacionalidade: França (Évreux)
Estreia: GP Bélgica de 2016
Títulos de campeão: 0
Números de GP: 9
Vitórias: 0
Pódios: 0
Pole positions: 0
Voltas mais rápidas: 0
Anteriores equipas: Manor (2016)
Em 2016: 23.º lugar pela Manor (0 pontos)

Williams

Se assumirmos que a luta pelos primeiros três lugares dos construtores será sempre entre Mercedes, Red Bull e Ferrari, haverá um segundo grupo de equipas na luta para ser a melhor… a seguir às três do pódio. Valtteri Bottas, o herói finlandês que conseguiu o único pódio da William em 2016 (Canadá), saiu para a Mercedes mas Massa adiou a reforma e promete ser uma muleta importante para a grande aposta da época: o rookie Lance Stroll.
Sede: Grove (Inglaterra)
Ano de entrada: 1978
Títulos de construtores: 9
Vitórias: 114
Pole positions: 128
Voltas mais rápidas: 133
Chefe de equipa: Frank Williams
Chefe técnico: Paddy Lowe

Felipe Massa #19

Idade: 35 anos
Nacionalidade: Brasil (São Paulo)
Estreia: GP Estados Unidos de 2002
Títulos de campeão: 0
Números de GP: 252
Vitórias: 11
Pódios: 41
Pole positions: 16
Voltas mais rápidas: 15
Anteriores equipas: Sauber (2002 e 2004-2005), Ferrari (2006-2013) e Williams (a partir de 2013)
Em 2016: 11.º lugar pela Williams (53 pontos)

Lance Stroll #18

Idade: 18 anos
Nacionalidade: Canadá (Quebec)
Estreia:
Títulos de campeão: 0
Números de GP: 0
Vitórias: 0
Pódios: 0
Pole positions: 0
Voltas mais rápidas: 0
Anteriores equipas:
Em 2016:

McLaren Honda

A pré-temporada não deixou sinais muito positivos para uma das equipas com mais história no circo da Fórmula 1. E não se pode queixar dos pilotos: Fernando Alonso, bicampeão mundial, é dos pilotos mais fiáveis da atualidade e dos que melhor consegue gerir um carro; Stoffel Vandoorne, belga de 24 anos, é das maiores promessas da última geração, que peca apenas por chegar um pouco tarde a piloto principal de uma equipa. O problema é que os bólides continuam a falhar muito, havendo mesmo a ameaça de troca da Honda pela Mercedes…
Sede: Woking (Inglaterra)
Ano de entrada: 1966
Títulos de construtores: 8
Vitórias: 182
Pole positions: 155
Voltas mais rápidas: 154
Chefe de equipa: Eric Boullier
Chefe técnico: Tim Goss

Fernando Alonso #14

Idade: 35 anos
Nacionalidade: Espanha (Oviedo)
Estreia: GP Austrália de 2001
Títulos de campeão: 2
Números de GP: 274
Vitórias: 32
Pódios: 97
Pole positions: 22
Voltas mais rápidas: 22
Anteriores equipas: Minardi (2001), Renault (2002-2006), McLaren (2007), Renault (2008-2009), Ferrari (2010-2014) e McLaren (a partir de 2014)
Em 2016: 10.º lugar na McLaren (54 pontos)

Stoffel Vandoorne #2

Idade: 24 anos
Nacionalidade: Bélgica (Kortrijk)
Estreia: GP Bahrain de 2016
Títulos de campeão: 0
Números de GP: 1
Vitórias: 0
Pódios: 0
Pole positions: 0
Voltas mais rápidas: 0
Anteriores equipas:
Em 2016: 20.º lugar pela McLaren (1 ponto)

Toro Rosso

A equipa italiana é sempre um balão de ensaio para pilotos que mais tarde dão o salto para equipas maiores e a dupla Kvyat-Carlos Sainz Jr. não é exceção. E se no caso do russo a temporada de 2016 foi uma deceção, o espanhol continua a fazer o seu caminho na Fórmula 1, tendo conseguido por sete vezes terminar entre os oito primeiros, um bom registo para o carro que tinha nas mãos.
Sede: Faenza (Itália)
Ano de entrada: 1985
Títulos de construtores: 0
Vitórias: 1
Pole positions: 1
Voltas mais rápidas: 1
Chefe de equipa: Franz Tost
Chefe técnico: James Key

Daniil Kvyat #26

Idade: 22 anos
Nacionalidade: Rússia (Ufa)
Estreia: GP Austrália de 2014
Títulos de campeão: 0
Números de GP: 59
Vitórias: 0
Pódios: 2
Pole positions: 0
Voltas mais rápidas: 1
Anteriores equipas: Toro Rosso (2014), Red Bull (2015-2016 e Toro Rosso (a partir de 2016)
Em 2016: 14.º lugar na Red Bull/Toro Rosso (25 pontos)

Carlos Sainz Jr. #55

Idade: 22 anos
Nacionalidade: Espanha (Madrid)
Estreia: GP Austrália 2015
Títulos de campeão: 0
Números de GP: 40
Vitórias: 0
Pódios: 0
Pole positions: 0
Voltas mais rápidas: 0
Anteriores equipas: Toro Rosso (a partir de 2015)
Em 2016: 12.º lugar na Toro Rosso (46 pontos)

Haas

Após um ano de estreia com altos e baixos (se calhar com mais baixos, vá), a Haas manteve a aposta em Romain Grosjean, que ainda conseguiu um honroso 13.º lugar em 2016, e aposta agora também no dinamarquês Kevin Magnussen, que procura uma espécie de segunda vida após as passagens discretas por McLaren e Renault. Ainda assim, a escuderia terá de melhorar bastante a fiabilidade dos carros, que muitas vezes obrigaram os pilotos a desistências precoces.
Sede: Kannapolis (Estados Unidos)
Ano de entrada: 2016
Títulos de construtores: 0
Vitórias: 0 (uma vez no 5.º lugar)
Pole positions: 0
Voltas mais rápidas: 0
Chefe de equipa: Guenther Steiner
Chefe técnico: Rob Taylor

Romain Grosjean #8

Idade: 30 anos
Nacionalidade: França (apesar de ter nascido em Genebra)
Estreia: GP Europa de 2009
Títulos de campeão: 0
Números de GP: 104
Vitórias: 0
Pódios: 10
Pole positions: 0
Voltas mais rápidas: 1
Anteriores equipas: Renault (2009), Lotus (2011-2015) e Haas (a partir de 2016)
Em 2016: 13.º lugar na Haas (29 pontos)

Kevin Magnussen #20

Idade: 24 anos
Nacionalidade: Dinamarca (Roskilde)
Estreia: GP Austrália 2014
Títulos de campeão: 0
Números de GP: 41
Vitórias: 0
Pódios: 1
Pole positions: 0
Voltas mais rápidas: 0
Anteriores equipas: McLaren (2014-2015), Renault (2016) e Haas (a partir de 2017)
Em 2016: 16.º lugar na Renault (7 pontos)

Renault

Quem a viu e quem a vê: a Renault, que não há muito tempo conseguia andar lá na frente e até conquistar títulos, é hoje uma sombra desse passado de glória, ao ponto de ter somado um total de oito pontos entre os dois pilotos na última época. Para este ano, Jolyon Palmer mantém-se como aposta, mas a escuderia apresenta ainda o experiente Hulkenberg para tentar melhorar a imagem de 2016.
Sede: Enstone (Inglaterra)
Ano de entrada: 1986
Títulos de construtores: 2
Vitórias: 20
Pole positions: 20
Voltas mais rápidas: 13
Chefe de equipa: Cyril Abiteboul
Chefe técnico: Bob Bell

Nico Hulkenberg #27

Idade: 29 anos
Nacionalidade: Alemanha (Emmerich am Rhein)
Estreia: GP Bahrain de 2010
Títulos de campeão: 0
Números de GP: 117
Vitórias: 0
Pódios: 0
Pole positions: 1
Voltas mais rápidas: 2
Anteriores equipas: Williams (2010), Force India (2012), Sauber (2013), Force India (2014-2016) e Renault (a partir de 2017)
Em 2016: 9.º lugar na Force India (72 pontos)

Jolyon Palmer #30

Idade: 26 anos
Nacionalidade: Inglês (Horsham)
Estreia: GP Austrália 2016
Títulos de campeão: 0
Números de GP: 21
Vitórias: 0
Pódios: 0
Pole positions: 0
Voltas mais rápidas: 0
Anteriores equipas: Renault (a partir de 2016)
Em 2016: 18.º lugar na Renault (1 ponto)

Sauber

Dificilmente conseguirá sair dos últimos lugares em todas as provas. Fosse a Fórmula 1 um campeonato de futebol e diríamos que a Sauber era uma clara favorita à descida de divisão. Ainda assim, e como qualquer equipa que luta pela permanência, tem algumas coisas boas, como por exemplo a aposta em Pascal Wehrlein, que tem mostrado grande margem de progressão.
Sede: Hinwil (Suíça)
Ano de entrada: 1993
Títulos de construtores: 0
Vitórias: 1
Pole positions: 1
Voltas mais rápidas: 5
Chefe de equipa: Monisha Kaltenborn
Chefe técnico: Jorg Zander

Marcus Ericsson #9

Idade: 26 anos
Nacionalidade: Suécia (Kumla)
Estreia: GP Austrália de 2014
Títulos de campeão: 0
Números de GP: 56
Vitórias: 0
Pódios: 0
Pole positions: 0
Voltas mais rápidas: 0
Anteriores equipas: Caterham (2014) e Sauber (a partir de 2015)
Em 2016: 22.º lugar na Sauber (0 pontos)

Pascal Wehrlein #94

Idade: 22 anos
Nacionalidade: Alemanha (Sigmaringen)
Estreia: GP Austrália de 2016
Títulos de campeão: 0
Números de GP: 21
Vitórias: 0
Pódios: 0
Pole positions: 0
Voltas mais rápidas: 0
Anteriores equipas: Manor (2016) e Sauber (a partir de 2017)
Em 2016: 19.º lugar na Manor (1 ponto)

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site