Logo Observador
Luxo

Boomerang da Chanel criticado por indígenas

Para a cultura indígena é um instrumento de defesa. Para a Chanel é um acessório da pré-coleção de primavera/verão 2017. O boomerang custa 2 mil dólares. Os indígenas autralianos sentem-se ofendidos.

Luxo

O luxo no século XXI discute-se em Lisboa

177

Louis Vuitton, Hermès, Cartier, Vetements, J.W Anderson e Miroslava Duma estão reunidos em Lisboa para discutir o mundo dos objetos de luxo num tempo de mudanças culturais, económicas e políticas.