A topmodel Irina Shayk está a ser fortemente criticada pela fotografia que colocou nas redes sociais para divulgar a campanha “Bring Back Our Girls”. Na foto, a modelo russa aparece com o peito coberto apenas pela mensagem.

A imagem surge na sequência da campanha que se instalou nas redes sociais pela libertação de mais de 200 meninas da Nigéria, que foram raptadas pelo grupo terrorista Boko Haram. A mensagem “Bring Back Our Girls” tem sido divulgada por personalidades em todo o mundo. Michelle Obama, a primeira-dama dos EUA, foi a primeira figura pública a começar o movimento global.

“Falta de respeito”, “vergonha” e “egoísta” são alguns dos comentários feitos à foto que a namorada de Cristiano Ronaldo colocou no Facebook, Twitter e Instagram.

“Porquê tirar a foto nua? Sim, ela chama a atenção, mas para ela, não para a causa”, acusa uma utilizadora da rede social Instagram.