Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

“As pessoas tendem a neglicenciar os pés”, diz Suzanne Levine, podologista e autora do livro “Os meus pés estão a matar-me”. Para esta especialista, fazer pedicure não é suficiente para prevenir os principais problemas. Calos, micoses, fungos, pele seca e problemas nas unhas. Se se revê em algum deles, este artigo é para si.

A conhecida podologista diz que, mais importante do que a beleza, é a saúde dos membros que suportam todo o corpo que está em causa. Na maioria das vezes, “são os pés que mostram os primeiros sinais de graves problemas de saúde, como artrites, diabetes e doença vascular”, explica. Num artigo do Huffington Post, Suzanne Levine resume a sua tese: devemos tratar os nossos pés como tratamos o nosso rosto. Estes são os oito passos indicados pela autora.

  1. Coloque os seus pés em água morna com sal duas vezes por semana, durante todo o ano — mas principalmente durante o “tempo da sandália”, porque os pés estão expostos a muitas agressões (sol, cloro, micróbios). O gesto ajuda o corpo a eliminar as toxinas.
  2. Além de lavar os pés de cima para baixo, certifique-se que esfrega bem entre os dedos e por cima das unhas. Tenha sempre uma pedra-pomes no chuveiro e use-a, pelo menos, três vezes por semana para esfoliar a pele. “A chave é minimizar a formação de calos”, explica Suzanne Levine, e “os pés começam a ficar suaves como os de um bebé”.
  3. Use uma máscara de argila de duas em duas semanas, para ajudar a remover as impurezas da pele. O ideal será comprar um creme à base de colagéneo para completar o processo.
  4. Massaje os pés com frequência para relaxar os membros inferiores mas, sobretudo, para ajudar a “levar oxigénio e nutrientes para os tecidos”. A podologista sugere que faça movimentos em direção ao coração, ou seja, no sentido da circulação. O corpo todo agradece.
  5. Use produtos que contenham, pelo menos, 20 por cento de ureia – um ingrediente que penetra na pele, ajudando-a a ficar muito macia. Nas unhas e cutículas, use azeite ou óleo de amêndoas doces para a hidratação. Antes de ir dormir, coloque uma loção nos pés, calce umas meias e, de manhã, use a pedra-pomes no duche matinal. Uma fórmula infalível, sintetiza Suzanne Levine.
  6. Corte as unhas em linha recta, e não circular. Cortar de forma errada as unhas é o primeiro passo para obter unhas encravadas, alerta a podologista.
  7. O uso abusivo de vernizes prejudica a natureza das unhas. Se nota manchas, use uma mistura de peróxido de hidrogénio com bicarbonato de sódio para as eliminar. Há também a opção de fazer um tratamento a laser numa clínica de estética.
  8. Por fim, um gesto mais importante do que parece. Use protetor solar. Na praia ou na piscina, a tendência é para descurar o creme protetor nos pés, o que pode danificar em grande parte a pele.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR