Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

“Amor à primeira mordidela”. O projeto de internacionalização de empresas portuguesas da PortugalFoods, associação empresarial do setor agroalimentar, foi distinguido esta quarta-feira pela Comissão Europeia, nos Prémios de Promoção Empresarial.

Vencedor da categoria de Apoio à Internacionalização das Empresas, o projeto “Love at first bite” [Amor à primeira mordidela, em tradução livre] contou com o apoio de Nuno Vieira e Brito, secretário de Estado da Alimentação e Investigação Agroalimentar, na preparação e organização de 21 acções de internacionalização de empresas. As iniciativas ocorreram entre janeiro de 2013 e o final de 2013, contaram com a participação de 105 organizações e “contribuíram para o aumento das exportações do setor”, diz a associação em comunicado.

As exportações dos alimentos congelados, por exemplo, cresceram 10,8% em 2013, face ao ano anterior, tendo atingido os 338 milhões de euros, segundo os dados revelados esta quarta-feira pela Informa D&B. O principal alvo das empresas portuguesas foi Espanha, país que capta 43% do total das exportações. As importações também desceram 0,9%, o que ajudou a reduzir o défice comercial, que se fixou em 414 milhões de euros em 2013.

“A PortugalFoods mede o seu trabalho pelos resultados das empresas. Ou seja, todas as ações que são organizadas pela associação, como as missões empresariais em Portugal ou nos mercados externos, e as participações conjuntas em Feiras, têm como objetivo dinamizar contactos entre distribuidores e importadores, que procuram produtos de elevada qualidade e se adequam ao perfil de um consumidor exigente”, explica Ondina Afonso, diretora executiva da associação ao Observador.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

80 toneladas de produtos em andorra

A PortugalFoods apresentou a ação promocional que desenvolveu em outubro de 2013 nas lojas da cadeia de distribuição do grupo Mercacenter, em Andorra, como caso de estudo. Nas prateleiras das lojas, estiveram à venda mais de 300 produtos nacionais, de 23 empresas. Foram vendidas 80 toneladas de produtos e dez mil litros de vinho e cerveja.

“Queremos continuar a fortalecer a nossa rede de trabalho com parcerias sólidas, em Portugal e no estrangeiro”, referiu Amândio Santos, presidente do conselho de administração da PortugalFoods, acrecentando que o objetivo da associação passa por reforçar o compromisso com as empresas do setor agroalimentar, focalizando o trabalho no apoio à inovação e à internacionalização.

Ondina Afonso acrescenta que espera que a imagem das empresas saia “reforçada” desta distinção. “Ter uma marca umbrella [chapéu-de-chuva] única, como a PortugalFoods, transmite uma ideia de força ao país e credibiliza o produto português”, refere.

Os Prémios Europeus de Promoção Empresarial são uma iniciativa da Comissão Europeia, em parceria com entidades nacionais de coordenação em cada Estado-Membro.