Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A edição de 2014 do programa “Estação das Orquestras” começou esta terça-feira, no Teatro Nacional de São Carlos. O concerto da Orquestra Metropolitana de Lisboa, inserido no Festival ao Largo, contou com a presença do Secretário de Estado da Cultura, Jorge Barreto Xavier.

Até ao Dia Mundial da Música, que se comemora a 1 de outubro, há 130 concertos para ver em todo o país. Orquestra Jazz de Matosinhos, Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras, Orquestra do Algarve, Orquestra Sinfónica Portuguesa e Orquestra Filarmonia das Beiras são algumas das escolhidas para atuar em 41 localidades de norte a sul do país. O programa completo pode ser consultado na página da “Estação das Orquestras”.

De acordo com informação da Secretaria de Estado, que organiza a “Estação das Orquestras”,  “não existe um padrão definido de entradas pagas ou gratuitas”, sendo que o acesso aos espetáculos “decorre da programação específica de cada uma das orquestras envolvidas no programa”.

A iniciativa visa fornecer uma perspetiva global sobre a riqueza e acessibilidade da oferta musical do conjunto das orquestras nacionais à população portuguesa e estrangeira durante o período dos meses de verão, estimulando uma visão da amplitude e diversidade da programação musical distribuída em todo o território nacional. A ideia é também captar a adesão de novas audiências.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR