A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) decidiu prolongar por mais um dia a proibição de operações de vendas a descoberto sobre as ações do Banco Espírito Santo (BES). Em comunicado, o supervisor do mercado de capitais refere a “proibição das vendas a descoberto das ações representativas do capital social do Banco Espírito Santo” produz “efeitos a partir das 00h00m de 16 de julho de 2014, até às 23h59m do mesmo dia”.

A volatilidade que se tem feito sentir nas cotações do banco já tinha levado a Comissão a impedir a realização de operações de short selling durante as sessões de segunda e terça-feiras, proibição que decidiu prolongar. Apesar da medida, o banco não tem cessado de se desvalorizar na bolsa de Lisboa. Nesta terça-feira, a cotação fechou 15% abaixo do dia anterior.