Na China foi criada uma aplicação surpreendente, que ajuda as crianças a fazer os trabalhos de casa.

A aplicação que, adianta o The Daily Dot , está “abençoar” estudantes por todo o mundo, chama-se Homework Helper e poderá ser uma preocupação para os pais e educadores. Sim, porque é de batota que estamos a falar.

Esta ferramenta foi lançada apenas a alguns meses e já conta com mais de 5 milhões de utilizadores, sendo o seu uso simples e intuitivo. Depois de instalada, os utilizadores captam uma imagem do trabalho de casa ou escrevem as questões uma por uma.  Seguidamente, as respostas serão providenciadas por outros utilizadores em troca de dinheiro digital — ou melhor, um crédito que poderá ser trocado posteriormente por objetos que os utilizadores tenham.

Deste modo, esta aplicação incentiva os utilizadores desta “rede” a fazerem  as tarefas escolares uns dos outros em troca de prémios como iPhones ou outros artigos apreciados pelos mais novos. Os estudantes recebem a “ajuda” mas não aprendem realmente nada, apenas recebem as respostas, sem esforço. Uma técnica habitualmente conhecida como “copiar” que agora se transforma num serviço de sucesso.

No entanto, as opiniões quanto à “Homework Helper” resultaram numa esperada divisão familiar, entre os estudantes que adoram a aplicação, pois veio dizimar o tempo dedicado aos trabalhos de casa permitindo-lhes fazer outras atividades, mais lúdicas, e os pais ou educadores que afirmam que esta ferramenta anula os esforços de criação de métodos de trabalho providenciados aos alunos pelas escolas e professores.

Há porém quem argumente a favor: a aplicação pode também ser usada pelos alunos para se inteirarem melhor de determinadas matérias.