Uma família australiana foi atingida duas vezes nas tragédias da Malaysia Airlines. No total, perdeu quatro familiares entre o desaparecimento do voo MH370, no passado mês de março, e no abate do voo MH17 ocorrido na passada quinta-feira.

Irene e George Burrows, de Queensland, ainda não tinham feito o luto do filho Rodney e respetiva esposa Mary que desapareceram, em março, sobre o oceano Índico, a bordo do MH37, quando souberam que o avião que transportava a sua neta por afinidade e o marido tinha sido abatido quando sobrevoava a fronteira Rússia-Ucrânia. Mais uma vez, a companhia era a Malaysia Airlines.

Os dois regressavam a casa depois de uma viagem de férias pela Europa, como a adianta o The Sydney Morning Herald.