Redes Sociais

Jason Biggs e a piada sobre o trágico voo MH17

Ainda as notícias do voo MH17 estavam em atualização quando o ator publicou uma piada no Twitter que foi mal recebida pelos seus seguidores. Primeiro, Biggs exaltou-se com fãs. Depois, pediu desculpa.

Biggs tem 36 anos e é mais conhecido pela sua interpretação nos filmes American Pie

Frazer Harrison/Getty Images

Depois de o avião do voo MH17, da Malaysia Airlines, se ter despenhado esta quinta-feira, com 295 pessoas a bordo, o ator norte-americano Jason Biggs publicou um tweet com um comentário irónico sobre a situação — houve quem não gostasse e questionasse o sentido de humor da estrela de American Pie e de Anything Else – A Vida e Tudo o Mais, um filme de Woody Allen.

“Alguém quer comprar as minhas milhas de passageiro frequente da Malaysia Airlines?”, foi o suficiente para despertar a fúria de muitos seguidores na respetiva rede social. Seguiram-se outros dois tweets de Biggs, citados pelo The Huffington Post: “Com toda a seriedade, como é que se abate ‘sem querer’ um avião comercial?” e “É mais triste para as vítimas e as suas famílias, obviamente. Mas, aparentemente, a Malaysia Airlines é uma grande companhia aérea. Vai ser difícil de recuperar”.

Foram várias as pessoas que criticaram Biggs pela sua tentativa falhada de humor. Naquela hora, a celebridade mostrou-se desagradada e defendeu-se com tweets algo ofensivos. Chegou mesmo a chamar os seguidores de “idiotas” — “(…) É uma piada. Vocês não têm de lhe achar graça ou até mesmo estar na minha página do Twitter”; “A ideia de que eu não teria qualquer empatia pelas vítimas e as suas famílias, porque fiz uma piada, é absolutamente ridícula. Sabem disso, não sabem?”; “De facto, vocês idiotas estão literalmente a tentar encontrar ‘coisas’ com que se chatear. Canalizem os vossos problemas noutro lugar”.

Entretanto, o ator de 36 anos publicou um pedido desculpas faseado e acabou por apagar os tweets que causaram a polémica na rede social, onde tem mais de 450 mil seguidores.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: acmarques@observador.pt
10 de junho

A função social da esquerda /premium

Rui Ramos

Talvez a direita, noutros tempos, tenha tido o papel de nos lembrar que não somos todos iguais. As reacções ao discurso de João Miguel Tavares sugerem que essa função social é hoje da esquerda.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)