Em tempos, séries televisivas como Os Simpsons e Buffy, Caçadora de Vampiros ganharam destaque académico e passaram do pequeno ecrã para cadernos de apontamentos (na Universidade da Califórnia em Berkeley e na Universidade Estatal de Portland, respetivamente). Agora, é a vez de a A Guerra dos Tronos ser alvo de análise. Aos estudantes da Universidade da Virgínia é dada a oportunidade de tirar um curso de verão com a duração de quatro semanas. Sem surpresas, a matéria aborda o enredo da série exibida no canal HBO, bem como os livros da saga literária As Crónicas de Gelo e Fogo, de George R. R. Martin.

O curso “Game of Thrones” é administrado pela professora do departamento de inglês da universidade, Lisa Woolfork. A académica explica que um dos objetivos das aulas é ensinar aos alunos que as ferramentas usadas para estudar literatura são igualmente úteis para uma melhor compreensão do que é lido e visto na televisão. “A Guerra dos Tronos é popular, é interessante, mas também séria. Há coisas na série que são muito pesadas, e com significado, que podem ser aprofundadas através das ferramentas da análise literária”, explica a professora, citada pelo The Telegraph.

Numa das aulas, diz a publicação, foi discutido o episódio “O Casamento Vermelho”, difícil de esquecer para quem segue a série, dadas as mortes cruéis de membros de uma das famílias mais importantes do enredo. E o que acontece passadas as quatro semanas do curso? É proposto um desafio final que, no mínimo, apela à criatividade dos alunos: estes são convidados a escrever um novo capítulo da saga literária.

Dada a riqueza da mitologia envolvida na série e nos livros, para não falar da imensa popularidade, é provável que surjam mais cursos, diz o The Washington Post.