Uma história de encontros e desencontros filmada a preto e branco. Louis (Louis Garrel) vive com Claudia (Anna Mouglalis). São um casal e vivem numa casa modesta. Mas Louis já tem uma filha, Charlotte, e deixou a mãe da criança, Clothilde (Rebecca Convenant), para viver com Claudia. O amor fê-lo arriscar, apesar de Louis e Cláudia serem atores a viver em dificuldade.

Ela já foi uma estrela e perdeu o lugar de topo, ele consegue manter alguns papéis e é a âncora de Claudia para continuar a lutar. Mas Claudia deixa as inseguranças falarem mais alto e tem medo que o passado de Louis se torne presente – o receio do abandono, pelo declínio profissional, consome-a. Um dia, a mulher recebe uma proposta tentadora e é Louis que tem medo de perder Claudia. Charlotte vai sendo embalada por toda a trama de receios, paixões, amores e ciúmes.

O drama familiar foi escrito por Philippe Garrel, que é também o realizador da película, e baseia-se na história do próprio. O realizador admitiu ter-se inspirado num caso extraconjugal do pai. Este é um filme de família – o papel do pai é desempenhado pelo filho do cineasta, Louis Garrel. A filha, Esther Garrel, integra também o elenco.

[jwplatform 4jlrfhKk]

“Ciúme” é um filme francês, do original La Jalousie. Chega aos cinemas esta quinta-feira. Foi apresentado em competição no 70.º Festival Internacional de Cinema de Veneza e Philippe Garrel já não é estreante nos prestigiados festivais de cinema. Ganhou o Perspectives du Cinéma Award no Festival de Cannes, em 1984, pelo filme La Nuit Liberté. Em 1991, recebeu o Leão de Prata pelo filme J’entends Plus la Guitare e em 1999 ficou nomeado para o Leão de Ouro pelo filme La Vent de la Nuit.