Cabelos aos caracóis, olhar decidido, óculos de armação preta. Islam Yaken é o jihadista hipster que tem agitado as redes sociais e atraído a atenção da imprensa estrangeira, com destaque para a fotografia em que o jovem aparece em cima de um cavalo e de espada em punho.

https://twitter.com/BitcoinAgile/status/497779468220764160

Islam Yaken pertence ao grupo extremista Estado Islâmico (ISIS), responsável pelo cerco à montanha onde estão refugiados 40 mil iraquianos e que tem sido alvo de ataques aéreos dos Estados Unidos da América (EUA). O hipster, como tem sido designado, é oriundo de uma família rica, estudou num colégio francês, fala três línguas e cresceu num bairro rico nos subúrbios do Cairo, segundo o The Telegraph.

A introdução do jovem no ISIS ocorreu depois de uma viagem que Yaken fez à Síria, onde foi formado pelos rebeldes do grupo extremista. A página que o hipster tem na rede social VK sugere que Yaken era um jovem aparentemente obcecado com o corpo, diz o The Telegraph. A publicação mostra uma fotografia que o jovem tirou a si próprio em frente ao espelho para mostrar a sua forma física, e que foi retiradas da página pessoal de Yaken na rede social.

A utilização que o jihadista faz das redes sociais é, agora, outra. No Twitter, apela à glorificação de Abu Bakr al-Baghdadi, líder do ISIS, e publica posts de imagens mórbidas e sangrentas alusivos à luta dos jihadistas. O The Telegraph avança que o jovem está a tentar persuadir a família a juntar-se a ele em Raqqa, a cidade que o ISIS controla há mais de um ano na Síria. As contas que Yaken tinha nas redes sociais foram desativadas.

De acordo com a Al Arabiya News, Islam Yaken licenciou-se em Direito, pela Universidade Ain Shams, em 2013. Os amigos referem-se a Yaken como sendo uma pessoa divertida, “sempre com um sorriso no rosto” e dizem que ficaram surpreendidos com a mudança no percurso de vida de Yaken. Hipster ou não, jihadista.