Os doadores internacionais para a Palestina vão reunir-se no Cairo para debater o financiamento da reconstrução de Gaza assim que for alcançado um cessar-fogo duradouro entre Israel e a Palestina, anunciou esta segunda-feira o Governo norueguês.

Os fundos angariados sob o auspício do Egito e da Noruega serão entregues ao presidente da Autoridade Nacional Palestiniana, Mahmud Abbas, disse o ministro norueguês dos Negócios Estrangeiros, Boerge Brende, excluindo assim a possibilidade de as verbas puderem vir a beneficiar o Hamas.

Segundo o Governo da Noruega, que preside ao comité de coordenação de ajuda internacional aos palestinianos, esta é a terceira vez nos últimos anos que os doadores internacionais são instados a financiar a reconstrução de Gaza.

Oslo exige, porém, novas condições: “Não podemos esperar que a comunidade internacional financie, mais uma vez, a reconstrução” de Gaza sem colocar condições prévias, disse o chefe da diplomacia norueguesa citado num comunicado reproduzido pela agência AFP.

Por isso, Boerge Brende apelou ao levantamento do bloqueio sobre Gaza e à garantia de salvaguarda das populações civis de ambos os lados da fronteira.

“Manter uma população ‘encurralada’ e à beira da fome não garantirá a segurança dos vizinhos de Gaza”, afirmou.

O anúncio de uma conferência de doadores acontece um dia depois de os negociadores israelitas e palestinianos terem retomado as discussões com vista a uma trégua duradoura na Faixa de Gaza e apenas poucas horas depois de ter expirado o cessar-fogo provisório.