Igualdade de Género

Bonecas com profissões ligadas à ciência e à tecnologia querem inspirar as crianças

491

Se os brinquedos influenciam o desenvolvimento das crianças, a nova start up Miss Possible quer levar às raparigas bonecas inspiradas em mulheres que chegaram longe na ciência, como Marie Curie.

©Divulgação

A igualdade de género está cada vez mais presente nas lojas de brinquedos. Depois de este mês ter chegado às lojas o kit da Lego com uma paleontologista, uma astrónoma e uma química, uma nova empresa chamada Miss Possible criou bonecas com profissões ligadas à ciência, à tecnologia, à engenharia e à matemática.

“Bonecas e atividades que capacitam as raparigas para sonharem alto”. O lema da start up norteamericana Miss Possible quer levar às lojas bonecas que não são só princesas nem servem apenas para cozinhar, trocar de roupa e fazer penteados. Supriya Hobbs e Janna Eaves, duas antigas estudantes de engenharia da Universidade de Illinois, criaram as bonecas Marie Curie, inspirada na cientista vencedora de um Nobel da física e outro da química, Bessie Coleman, primeira mulher afro-americana a tornar-se piloto nos Estados Unidos e Ada Lovelace, matemática e escritora que foi a primeira mulher a programar um computador.

As três escolhas iniciais representam a mudança nas “oportunidades que as raparigas vêem para si”, pode ler-se na página. As criadoras da Miss Possible querem que as crianças tenham contacto com mulheres que alcançaram grandes feitos, para que lhes sirvam de modelo. “Estamos a começar com ciência, tecnologia, engenharia e matemática porque estes campos têm extrema necessidade de mais mulheres, mas isto é só o começo”. O plano é mostrar às crianças do sexo feminino que é possível mudarem o mundo de diferentes maneiras porque “para as raparigas, hoje em dia, tudo é possível”.

Numa entrevista ao site Mic, Supriya, que é filha de dois químicos, conta que brincou com Barbies, mas também com Legos. A ideia não é dizer não a brinquedos ditos femininos, mas sim balançar os dois mundos. Até porque, como estudante de engenharia, muitas vezes se questionou porque é que a sala de aulas do curso tinha muito mais rapazes.

As bonecas só começam a ser vendidas em 2015 e também vão ter aplicações com atividades para as crianças fazerem com as bonecas. Há vários estudos que provam a influência que os brinquedos e as brincadeiras têm no desenvolvimento da criança, por isso nunca se sabe se a próxima Marie Curie não brincou com uma boneca cientista quando era pequena.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Igualdade de Género

Homens feministas precisam-se!

Inês Santos Silva
809

A igualdade de género só será uma realidade com o apoio de muitos Tom Millers, homens que percebem que os direitos das mulheres são direitos humanos e estão dispostos a lutarem por eles.

Igualdade de Género

Não há mulheres gordas no ginásio

João Pires da Cruz
2.956

A única coisa para a qual poderei contribuir é tentar mostrar à minha filha que mulheres gordas podem e devem ir ao ginásio e que é muito mais valioso ser astrofísica do que princesa.

Economia

Produtividade: a culpa é da mão de obra?

Fernando Pinto Santos

De quem é a culpa da baixa produtividade do trabalho em Portugal? Da mão de obra? Sim, mas é só um dos fatores. Falta também maior eficiência dos fatores produtivos e maior capacidade para criar valor

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)