Um tubarão-de-pontas-negras (Carcharhinus limbatus) com pouco mais de um metro foi apanhado por um grupo de pescadores ao largo da Flórida, nos Estados Unidos. Mas o dia de pouca sorte deste tubarão estava prestes a tornar-se ainda pior. Antes mesmo de os pescadores conseguirem soltar o tubarão do anzol já este servia de isco para uma garoupa-gigante (Epinephelus itajara).

Mas este não era o primeiro encontro dos pescadores com esta garoupa-gigante. O peixe que pode chegar aos três metros e ultrapassar os 300 quilogramas já tinha tentado roubar outra pescaria, outra garoupa-gigante de quase sete quilogramas, o primeiro resultado do dia para estes pescadores. Cerca de 30 minutos depois rondou um tubarão-lixa de metro e meio preso ao anzol sem o atacar. Devia estar à espera do momento perfeito para o derradeiro ataque.

O vídeo divulgado no Youtube conseguiu em dois dias quase cinco milhões de visualizações. Mas os ataques destes peixes gigantes não são estranhos, chegam mesmo a perseguir mergulhadores. Fiquem descansados os mergulhadores nacionais, esta espécie não aparece na nossa costa.