O primeiro ministro israelita, Benjamin Netanyahu, reagiu esta sexta-feira à morte de um menino israelita de quatro anos, responsabilidade de um ataque de morteiro por parte do Hamas, avança a France-Press. Este é a primeira vítima infantil do lado israelita desde que o conflito reacendeu na Faixa de Gaza a 8 de julho.

“O Hamas vai pagar um preço alto por este ataque”, disse Netanyahu, através do seu porta-voz, Ofir Gendelman, via Twitter. O tweet garantia ainda que o exército israelita irá “intensificar as operações contra o Hamas até que o objetivo” seja alcançado.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“Netanyahu envia as suas condolências à família do rapaz de quatro anos que foi morto esta tarde por um morteiro disparado pelo Hamas”, pode ler-se num primeiro tweet do porta-voz.

Outros três civis, entre eles, um tailandês, foram mortos em Israel durante o conflito na Faixa de Gaza, assim como 64 soldados israelitas.