Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Patricia Yurena Rodríguez, primeira dama de honor no concurso de Miss Universo em 2013, assumiu nas redes sociais que tem um relacionamento com uma mulher. A espanhola é a primeira miss nacional a assumir a sua homossexualidade.

A espanhola tem 24 anos, é de Tenerife e conquistou o título de Miss Espanha por duas vezes em 2008 e 2013. No ano passado ficou em segundo lugar no concurso de Miss Universo. Foi no Instagram que deu conta da sua orientação sexual, partilhando uma fotografia com a sua namorada, Vanesa Cortes, uma cantora e DJ espanhola. A fotografia tem a legenda “Romeu e Julieta”.

miss

A revelação da jovem rainha da beleza teve reações maioritariamente positivas na sua página, levando Patricia a agradecer publicamente o apoio de quem a acompanha nas redes sociais.

Em 2012, duas participantes assumidamente lésbicas concorreram ao título de Miss Califórnia, mas perderam. Na competição de 2013 de Miss Universo, onde Patricia conquistou o segundo lugar de mulher mais bonita do mundo, a homossexualidade gerou controvérsia. A final realizou-se em Moscovo, onde há leis contra a propaganda à homossexualidade, o que levou o apresentador Andy Cohen, que é gay, a preferir não participar no evento. “Temo pela minha segurança”, disse Cohen na altura.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR