Cristiano Ronaldo meteu mais um troféu no bolso. Este é daqueles improváveis, que vem com o carimbo de Mark Zuckerberg, o patrão do Facebook. Os cem milhões de fãs na rede social valeram ao capitão da seleção portuguesa mais um caneco para o museu no Funchal.

“Olá pessoal, recebi um novo troféu que estará em exibição no Museu CR7. Um que o Facebook me deu por ter 100 milhões de fãs! Obrigado Facebook”, escreveu o jogador. Este prémio não se aproxima da Bola de Ouro ou da Bota de Ouro, mas leva-nos para outra dimensão: que tal comparar com outros jogadores? Messi conta “apenas” com 75 milhões de fãs no Facebook. Zlatan Ibrahimovic não chega aos 20 milhões e Luiz Suárez tem pouco mais de dez. Gareth Bale tem 21 milhões e Neymar está a caminho dos 50 milhões. Têm muito para pedalar ainda…

Quando fugimos do futebol, artistas como Rihanna (quase 90 milhões) e Beyonce (quase 66 milhões) têm números que metem respeito a qualquer um. Ronaldo bate todas e todos, menos uma: Shakira. A namorada de Piqué conta com 105 milhões de fãs na rede social. O defesa central do Barcelona tem apenas 16 milhões.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Se a página de Cristiano Ronaldo fosse um país, seria o 12.º com mais população. À frente, só China (1.340 milhões), Índia (1.180 milhões), Estados Unidos (310 milhões), Indonésia (235 milhões), Brasil (193 milhões), Paquistão (170 milhões), Nigéria (170 milhões), Bangladesh (165 milhões), Rússia (142 milhões), Japão (127 milhões) e México (108 milhões).