A ministra da Agricultura, Assunção Cristas, admitiu nesta quarta-feira que Portugal poderá começar a exportar enchidos de carne de porco para a China a partir de 2015, ampliando a sua oferta de produtos agroalimentares no maior mercado do mundo. “Estou bastante otimista. Tem havido um esforço muito intenso, a nível técnico, polÍtico e diplomático”, disse Assunção Cristas à agência Lusa.

A abertura da China à importação de laticínios portugueses, alcançada este verão após um prolongado processo de certificação, “foi um passo muito significativo e rapidamente teremos também a carne de porco”, acrescentou. Inspetores veterinários chineses estiveram há duas semanas em Portugal e dentro de dois meses deverão concluir o seu relatório, indicou a governante portuguesa. Segundo salientou, no caso dos laticínios já há 33 empresas portuguesas habilitadas a exportar para a China.

Assunção Cristas falava à agência Lusa em Xangai, no final de uma “noite portuguesa” organizada por uma cadeia local de supermercados que já vende cerca de 200 produtos portugueses, desde azeitonas a vinhos, e cujo menu incluía caldo verde, carne de porco à alentejana e camarão com cerveja.

A ministra da Agricultura assistiu também à abertura de duas feiras agroalimentares em que participam cerca de 60 empresas de Portugal, 48 das quais produtoras de vinhos, numa das maiores representações da indústria portuguesa do setor em Xangai. Sede de um município com cerca de 23 milhões de habitantes, Xangai é a mais cosmopolita cidade do continente chinês e a “capital económica” da China.

Pelas contas da Administração-geral das Alfandegas Chinesas, nos primeiros nove meses de 2014, as exportações portuguesas cresceram 27% em relação a igual período do ano passado, somando 1,28 mil milhões de dólares (cerca de mil milhões de euros). Na área agroalimentar, em 2013, as vendas para a China continental subiram para 29 milhões de euros, 14,4 milhões dos quais referentes aos vinhos, que aumentaram sete vezes em apenas quatro anos, realçou o administrador do AICEP Pedro Ortigão Correia.

Durante a sua viagem à China, iniciada no domingo em Macau, Assunção Cristas quer também “promover as oportunidades de investimento no mar em Portugal”. A ministra portuguesa irá na quinta-feira a Hangzhou, acompanhada pelo secretário de Estado do Mar, Manuel Pinto de Abreu, seguindo depois para Pequim, última etapa da visita.