A economia portuguesa cresceu 0,3% no terceiro trimestre, aponta o Eurostat na segunda estimativa ao produto interno bruto (PIB) na zona euro e na União Europeia. É uma revisão em alta face aos 0,2% inicialmente calculados por Bruxelas. E foi 0,2% que cresceu, em média, o PIB em toda a zona euro.

O gabinete de estatísticas da União Europeia indicou que o PIB cresceu 0,2% na zona euro, em média, um ritmo de crescimento que Portugal superou ligeiramente. A nova estimativa do Eurostat aponta para um crescimento de 0,3% no terceiro trimestre, melhor do que os 0,2% inicialmente calculados, em novembro.

Esta é a taxa de crescimento da economia face ao trimestre anterior, que assim iguala o ritmo de crescimento do PIB entre o primeiro e o segundo trimestre (também fora de 0,3%). Na comparação homóloga, o PIB cresceu 1,1%, apontou o Eurostat.

Já quanto ao PIB agregado dos Estados-membros, o Eurostat confirmou que a economia da zona euro cresceu 0,2% no terceiro trimestre face ao trimestre anterior e 0,3% na União Europeia (UE). Face ao período homólogo, o aumento foi de 0,8% nos 18 países da zona euro e 1,3% nos 28 da UE.

Entre as maiores economias europeias, o Eurostat confirmou que o PIB alemão cresceu uns ligeiros 0,1% em cadeia no terceiro trimestre, quando tinha recuado 0,1% no período anterior. Quanto a França, cuja economia tinha estagnado no primeiro trimestre e caído 0,1% no segundo, registou um aumento do PIB no terceiro trimestre de 0,3% face ao segundo trimestre. Já a Itália continuou em recessão no terceiro trimestre, com a economia a cair 0,1% na variação em cadeia.