A Bolsa de Lisboa fechou nesta terça-feira no vermelho, em linha com as principais praças europeias, com o PSI 20 a cair 2,45% para os 5.074,97 pontos, numa sessão em que todos os títulos perderam valor. De acordo com a agência de informação financeira Bloomberg, todas as 18 cotadas que compõem atualmente o PSI 20 encerraram o dia com perdas, as quais foram lideradas pela Mota-Engil, que se desvalorizou em 5,91% para os 2,867 euros por ação.

No setor da banca, os títulos que mais valor perderam foram os do BPI (-5,05% para os 1,248 euros), seguindo-se os do BCP (-4,62% para os 0,0806 euros e os do Banif (-2,94% para os 0,0066 euros). Também com perdas acima dos 3% estiveram a Jerónimo Martins (-3,72% para os 8,067 euros), a Sonae (-3,51% para os 1.072 euros), a Portucel (-3,46% para os 2,983 euros), a Teixeira Duarte (-3,21% para os 0,755 euros) e a Altri (-3,11% para os 2,277 euros).

Entre as cotadas do setor energético, os títulos que mais se desvalorizaram nesta sessão foram os da EDP Renováveis (-2,60% para os 5,326 euros), seguindo-se os da REN (-2,59% para os 2,478 euros) e os da EDP (-1,60% para os 3,44 euros).

Na Europa, o dia foi também negativo nas principais praças bolsistas: Madrid perdeu 3,18% para os 10.461,60 pontos, Paris recuou 2,55% para os 4.263,94 pontos, Frankfurt desvalorizou-se em 2,21% para as 9.793,71 unidades e Londres deslizou 2,14% para os 6.529,47 pontos.