O site de viagens TripAdvisor em Itália, terá que pagar uma multa de 500.000 euros por publicar informação falsa e manipulada, informa a Reuters. A investigação de sete meses teve origem em queixas dos utilizadores e constatou que o site publicava críticas com recurso a nomes falsos, que apresentava como verdadeiras e fidedignas.

A fraude terá começado em setembro de 2011.

A empresa anunciou já que pretende recorrer da sentença: “O sistema e procedimento é extremamente eficiente na proteção dos consumidores de uma pequena minoria de pessoas que o tentaram viciar.” O TripAdvisor é conhecido por reunir críticas de hospedes e de clientes de hotéis e restaurantes.

Esta multa acontece um mês depois da Comissão Europeia ter anunciado que o booking.com, agente de viagens online, tinha uma prática desleal que impedia hotéis em França, Suécia e Itália de oferecerem descontos aos seus rivais.