Arquitetura

Siza Vieira diz que prémio internacional é forte estímulo para prosseguir trabalho

Arquiteto Álvaro Siza Vieira afirmou que o prémio internacional que ganhou com Carlos Castanheira, por um edifício construído na China, é um "forte estímulo".

"Votação recebida pelo projeto meu e do arquiteto Carlos Castanheira constitui forte estímulo para o prosseguimento do nosso trabalho enquanto arquitetos", disse Siza Vieira

CARMO CORREIA/LUSA

O arquiteto Álvaro Siza Vieira afirmou nesta sexta-feira que o prémio internacional que ganhou com Carlos Castanheira, por um edifício construído na China, é um “forte estímulo” para o prosseguimento do trabalho nesta área. O edifício na água, “The Building on the Water”, na China, desenhado por Álvaro Siza Vieira e Carlos Castanheira, foi o vencedor na categoria de Escritório do Prémio Internacional Archdaily “Building of the Year 2015”, cujos laureados – que incluem mais dois projetos portugueses – foram conhecidos quinta-feira.

“A votação recebida pelo projeto meu e do arquiteto Carlos Castanheira constitui forte estímulo para o prosseguimento do nosso trabalho enquanto arquitetos”, disse Siza Vieira, numa declaração por escrito enviada à agência Lusa. O primeiro Pritzker português afirmou que foi “com grande satisfação” que recebeu a notícia do prémio pelo Edifício de Escritórios da Fábrica Shihlien Chemical Industrial Jiangsu Co, realçando que foi “uma obra que correu muito bem, pelo grande empenho e apoio do dono” para “conseguir toda a qualidade”. “Costumo dizer que o dono de obra é o primeiro arquiteto e, sem o seu empenho, é praticamente impossível obter resultados satisfatórios”, destacou.

Os vencedores nas 14 categorias do Prémio Internacional Archdaily Building of the Year 2015 foram quinta-feira anunciados pela organização, após uma segunda fase de votação ‘online’ em que nove projetos portugueses estavam entre 70 finalistas escolhidos, num universo de 3.500 projetos de todo o mundo.

Além do projeto de Siza Vieira e Carlos Castanheira, em Arquitetura Cultural venceu o ateliê OTO para o Parque Natural do Fogo, em Cabo Verde e, na categoria de Casas, o prémio foi para um projeto em Sambade, Portugal, do ateliê Spaceworkers.

Fundada em 2008, a Archdaily é uma plataforma ‘online’ de informação e divulgação da arquitetura que contabiliza 350 mil visitas diárias e atribui anualmente este prémio a projetos que se estacam pela inovação espacial, social, material e técnica. Os nove projetos portugueses entre os 70 finalistas foram desenhados para o país ou para o estrangeiro.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
PCP

Patrão santo, funcionário posto fora da loja /premium

José Diogo Quintela
1.537

Estou chocado. Nunca pensei que o PCP não cumprisse a lei laboral. Mas o PCP está ainda mais chocado: nunca pensou ser obrigado a cumprir a lei laboral. É que escrevê-la é uma coisa, obedecê-la outra.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)