Já imaginou ter umas lentes que permitissem ver mais perto ou mais longe à distância apenas de uma piscadela de olho? Saiba que isso poderá vir a ser uma realidade. Os cientistas estão a desenvolver umas lentes revolucionárias que além de permitirem aos indivíduos fazer zoom in e out, também poderão oferecer a esperança a milhares de idosos que degeneração macular – perda de visão no centro do campo visual.

Os protótipos destas lentes, apresentados na conferência anual da Associação Americana para o Avanço da Ciência, na sexta-feira, em S. José, na Califórnia, têm um complexo sistema de espelhos de alumínio que, conjugadas com uns óculos especiais, permitem ampliar a visão 2,8 vezes, sem perda de qualidade de imagem. Para fazer aproximar a imagem basta piscar o olho direito, para afastar basta piscar o olho esquerdo.

As lentes são compostas por duas regiões diferenciadas, uma zona central que permite a passagem de luz de forma natural, e os bordos que atuam como telescópios oferecendo uma ampliação de imagem. Com 8 mm de diâmetro e 1,55 milímetros de espessura, as lentes são maiores e mais rígidas do que as lentes de contacto finas e maleáveis que se usam diariamente.

O inventor das lentes, Eric Tremblay, da Escola Politécnica Federal de Lausanne, na Suíça, explicou ao Daily Mail que “neste momento, ainda é apenas investigação, mas estamos muito esperançosos de que acabará por se tornar uma opção real para as pessoas com degeneração macular relacionada com a idade”.

O Daily Mail escreve que a investigação está a ser financiada pelo exército dos Estados Unidos, que poderia usar a tecnologia para dar aos soldados e pilotos “super visão”.